urlvisit

Acusado de "comentário vergonhoso", Leandro responde à letra!

Leandro na SELFIE
Leandro: "Quem não deve, não teme. Eu não devo, portanto, não temo"
Após acidente de carro, Leandro mostra-se indignado: "Uma vergonha autêntica"
Leandro sobre trabalho nas obras: "Não tenho vergonha de sujar as mãos"
Leandro sofre acidente de carro

O cantor Leandro abriu o coração, nas redes sociais, e publicou uma farpa, que lhe rendeu elogios, mas, também, algumas críticas.

É um dos assuntos que está a dominar a atualidade: Portugal ficou fora da "lista verde" do Reino Unido, obrigando, dessa forma, milhares de britânicos a regressarem ao país de origem.

Esta decisão não foi indiferente, para muitos famosos. Foi o caso de Leandro. "Estou super contente! Farto de me rir a imaginar a cara do [primeiro-ministro, António] Costa. Somos pequenos, muito pequenos! Vou-me candidatar. Penso que tenho mais inteligência do que esta gente", começou por criticar o cantor, de 34 anos.

"E aviso já que vou roubar pouco, mas vou roubar o mesmo que irei dar ao povo português. Está na hora. Chega de sermos usados, chega de sermos isto! Precisamos de mais, precisamos de alguém que seja como nós", rematou.

Apesar de o ponto de vista de Leandro ter sido aplaudido pelos fãs, o artista não se livrou de algumas críticas. "Que vergonhoso comentário, Leandro. Por alguma razão, nunca foi um artista credível ou reputado", apontou um seguidor.

E o cantor respondeu-lhe à letra: "Sou aquilo que sou, pelo meu trabalho, caro amigo! E já contribuí e continuo a contribuir para muitos chulos andarem por aí, sem responsabilidade! Irei continuar não só a lutar pelos meus negócios, como, também, luto pela liberdade de toda a gente! Sou livre de dizer o que quero e continuarei a libertar o meu pensamento, sempre que vir injustiças!"

"Já agora, convidava o 'doutor' a conhecer um pouco mais da música e da história que já escrevi na música portuguesa!", rematou.