Entrevistas

Pedro Crispim junta-se a Daniel Guerreiro em projeto inédito: "Emoção e verdade"

Daniel Guerreiro convidou Pedro Crispim para um espetáculo que vai acontecer no dia 23 de março. À SELFIE, o stylist abre o jogo sobre este evento que o irá colocar numa situação inédita.

Pedro Crispim partilhou, nas redes sociais, que vai protagonizar um evento, intitulado "De Baixo Da Pele", no Auditório da Biblioteca Municipal Orlando Ribeiro, em Lisboa. Em conversa com a SELFIE, o stylist revela todos os pormenores deste certame, que se irá realizar no dia 23 de março.

"Este convite foi-me feito pelo Daniel Guerreiro (concorrente do 'Big Brother 2020'). É uma plataforma onde ele vai ter convidados diferentes, em dias diferentes", começa por contar-nos, acrescentando que já tinha feito um direto, no Instagram, com o hipnoterapeuta, assim que este saiu do referido reality show da TVI.

"Será uma conversa entre os dois, mas o público vai estar envolvido do primeiro ao último minuto. Embora seja o Daniel o maestro a deitar as cartas, o público vai ser determinante na direção da conversa. Vai ser, um bocadinho, a nossa bússola", avança, destacando que a "questão da inteligência emocional e da comunicação são imperativos nesta partilha".

Para Pedro Crispim, este espetáculo irá colocá-lo numa situação inédita. Apesar de não ser novidade "falar em público", até porque já apresentou "desfiles de moda e galas solidárias", o stylist nunca abriu o livro da própria vida, perante uma plateia repleta de pessoas. "Comunicar-me com elas, ou seja, falar da minha vida, do meu processo de crescimento, das assimetrias desta caminhada... será a primeira vez", frisa.

No final do certame, o comentador do programa "Passadeira Vermelha", da SIC Caras, pretende que todos possam sair daquele auditório "mais ricos e mais crescidos". "É um momento de partilha, no qual estarei com alguma 'bobage'. Espero que exista, para além desta aprendizagem, espaço para podermos relaxar e divertirmo-nos. Mas é, acima de tudo, uma plataforma de comunicação, de emoção e de verdade", explica.

Pedro Crispim espera, ainda, ficar com o "bichinho" do palco, "para poder comunicar mais, em direto e in loco, com as pessoas".

"Os bilhetes já estão disponíveis e espero ter casa cheia", remata.

Veja, agora, a publicação feita por Pedro Crispim, no Instagram.

 

Relacionados