Entrevistas

Paulo Arsénio sobre telefilme "A Consoada": "Coloca Beja na televisão de largos milhares de telespectadores"

O telefilme de Natal da TVI, "A Consoada", foi gravado em Beja e à SELFIE Paulo Arsénio, presidente da Câmara de Beja, falou sobre a importância desta parceria.

Como surgiu a escolha de Beja para as gravações do telefilme de Natal: "A Consoada"?
Foi uma escolha/ideia da produtora do telefilme que nos comunicou a sua intenção e que a CM Beja apoiou.

O que representa esta parceria para a autarquia?
Foi uma parceria simples, rápida e que coloca Beja no dia de Natal, dia de reunião de muitas famílias portuguesas, na televisão de largos milhares de telespectadores.   

O que esperam conseguir com esta projeção?
Nada de especial a não ser uma "estória" que se espera feliz, numa noite mágica - a de Natal - em que o destino juntou diferentes vidas, em Beja, por casualidade.  

Como correram as gravações?
As gravações correram muito bem.

O que acha da história do telefilme?
Trata-se de um guião adequado à época e que assinala encontros e reencontros, neste caso no aeroporto de Beja. No fundo, o valor mais nobre do Natal acabo por se projetar do guião para a tela: a partilha.      

Gostava de ver o aeroporto de Beja ser uma alternativa ao de Lisboa?
Trabalhamos com afinco para que o Aeroporto de Beja seja valorizado nas mais diversas aéreas em que pode ser competitivo, de forma a ser um elemento dinamizador da economia local e uma mais-valia para Portugal. 

Se alguém ficasse "preso" na cidade de Beja, horas antes da ceia natalícia, o que recomendaria que fizesse?
De facto, não seria a melhor altura para se ficar "preso" em Beja, uma vez que a maioria dos estabelecimentos encerra no dia 24/12 pelas 18 horas e os atrativos turísticos e patrimoniais também encerram mais cedo nesse dia. Eu diria para procurar um bom hotel, alojamento local ou turismo rural do concelho, cear uma excelente refeição da gastronomia alentejana e telefonar aos familiares e amigos mais próximos, desejando-lhes um Feliz Natal e exortando-os a visitarem Beja na oportunidade mais próxima para o fazerem.

Relacionados