EXCLUSIVO

Kelly Baron: "Se fosse fácil emagrecer, todos eram magros"

Kelly Baron na SELFIE
Em biquíni, Kelly Baron "incendeia" a Internet
Kelly Baron e Pedro Guedes na SELFIE

Em entrevista, exclusiva, à SELFIE, Kelly Baron falou sobre o novo projeto de fit motivacional, através do qual pretende ajudar outras mulheres a sentirem-se mais saudáveis e em forma.

Recentemente, lançou um novo projeto de fit motivacional. Em que consiste?
O projeto é só para mulheres e consiste em ensiná-las a alimentar-se melhor, com muitas dicas e conteúdos úteis, receitas fit, treinos diários, - com a minha personal trainer Renata Roche - desafios e sorteios. Além disso, contamos com o apoio de profissionais da área motivacional, para ajudar as meninas a manterem o foco, diariamente, e a conquistarem os seus objetivos. Mostro todas as ferramentas para que as meninas conquistem bons resultados, ao final de cada mês, e se sintam mais motivadas e felizes.

Era um objetivo antigo?
O projeto surgiu na quarentena. Já estou no quarto mês do "RK Projeto". Senti a necessidade de me aproximar de todas as meninas que me enviam mensagens, diariamente, através das redes sociais, pedindo ajuda para se tornarem mais saudáveis. Com a quarentena, fiquei sem trabalhar e, como não consigo ficar parada, convidei a minha personal trainer para se juntar a este projeto, que já existia presencialmente, mas, agora, é 100% online, pelo que estamos em contato direto com as meninas, dando todo o apoio.

Qual tem sido o feedback?
Muito positivo. Sinto-me muito orgulhosa das minhas meninas! Ao final de cada mês, recebemos a planilha de resultados e fotos do "antes" e "depois". Ficamos chocadas com os resultados conquistados e tudo isso é um esforço conjunto, porque fornecemos todas as ferramentas para que elas se dediquem e conquistem o que pretendem! É gratificante saber que elas me motivam e que o projeto as motiva! Uma troca de energia, amizade e saúde.

Recebe muitos pedidos de ajuda nas redes socias?
Muitos. Foi diante disso que abri este projeto, só para mulheres! Há mulheres que iniciaram connosco, com depressão, porque terminaram relacionamentos e aumentaram o peso, e que, neste momento, se sentem outras pessoas e é tão maravilhoso eu saber que posso ajudá-las, dando todo este apoio.

Sente que, além de uma inspiração, pode ser uma ajuda preciosa?
Sinto que fazendo o bem, recebemos o bem, e que, juntas, somos mais fortes. Por isso, abro o meu livro de conhecimentos para partilhar com as meninas. A alimentação saudável mudou a minha vida, por que não mudar a vida de outras mulheres que estão dispostas a buscar a sua melhor versão?

O exercício é viciante?
O vício é a sensação que a atividade física nos proporciona: bem-estar endorfinal, o hormónio da felicidade e do bem estar. O exercício para ser diário é preciso que se torne uma rotina, um hábito, pois nem todos os dias estamos motivados para treinar, e o que vai nos fazer treinar todos os dias é a nossa disciplina.

A Kelly sempre teve o corpo de sonho que, hoje, inspira tantas mulheres, ou nem sempre foi assim?
Hoje, sinto-me bem e saudável. Nem sempre foi assim. Olho para trás e vejo o quanto mudei, principalmente, em termos de alimentação. Hoje, sinto-me com mais energia, mais feliz e com mais saúde. A conquista não foi fácil, mas foi possível. Foi preciso começar no primeiro degrau. No meio do caminho, houve muitos obstáculos, mas consegui superar e chegar ao "topo". Ou seja, se fosse fácil emagrecer, todos eram magros. O caminho é longo e exige muita dedicação e paciência. Emagrecer com saúde demora e, por isso, é preciso uma constante motivação, e estar com bons profissionais, para não desanimar, no meio do caminho. O trabalho é todos os dias.

Atualmente, que cuidados tem com a alimentação?
Todas as minhas refeições são comida de verdade. Faço uma alimentação forte, com muitas verduras, legumes, proteínas e fontes de gordura boa. Não consumo glúten, nem açúcar.

Que tipo de exercícios pratica?
Depois da quarentena, alterei o meu ritmo de treinos. Faço, seis vezes por semana, atividades físicas, e tenho um dia de descanso. Faço os treinos do meu grupo fit motivacional (funcional), conciliado com a musculação.

Qual a sua rotina de beleza diária?
Tenho um ritual de manhã. Acordo e bebo muita água, em jejum, e pratico cinco minutos, diariamente, da técnica do abdominal hipopressivo (barriga negativa). Inclusive, é um novo projeto que será lançado em agosto. E pratico o jejum intermitente de 16 horas, o que me tem ajudado a ter mais consciência em termos de alimentação, e acabou com a minha compulsão por doces.

Faria algum procedimento estético?
Há 15 anos, coloquei prótese de silicone nos seios.

Faz sete anos que participou no "Big Brother VIP". Voltaria a fazer tudo, outra vez?
Neste momento, estou envolvida em tantos projetos que talvez fosse complicado estar fechada, durante meses, dentro do "Big Brother", mas confesso que assisti a alguns excertos deste último programa e bateram umas saudades!

O que mudou na Kelly que os portugueses conheceram?
Talvez a única coisa que mudou foi esteticamente, o meu corpo mudou muito, estou com seis quilos a menos. Quando as pessoas me encontram na rua, questionam sobre a minha forma física.

Foi nesta experiência que conheceu o Pedro. Alguma vez imaginou o que iria acontecer?
Jamais pensei conhecer o amor da minha vida num reality show.

Qual o segredo da vossa relação?
Muito diálogo, respeito, muito amor e carinho

As pessoas perguntam muito quando é que vai haver casamento?
Pararam de perguntar! (risos)

Ter filhos em comum faz parte dos planos?
Sim. Queremos ter "frutos" do nosso amor

Pensam, algum dia, regressar ao Brasil?
Já pensamos.

Atualmente, apresenta o "1000 à Hora". Gostava de investir mais na área da apresentação?
Já são quatro anos neste projeto e amo a área da apresentação. Gostaria, sim, de continuar na televisão, mas nunca imaginei que pudesse, um dia, apresentar um programa de televisão, porque fui, sempre, uma criança super tímida, encabulada, com a autoestima baixa.

O que gostava de experimentar?
Quando eu quero, luto e faço o possível para acontecer. E, neste momento, não há o que eu queira experimentar.

E a advocacia está fora dos planos?
É uma profissão de respeito, que exigiu muita dedicação. Horas sem dormir, estudando muito para conquistar a minha inscrição na ordem dos advogados. A minha vida tomou outro rumo, depois de participar no "Big Brother VIP", em Portugal, mas considero a advocacia um futuro, mesmo sendo incerto, quem sabe um dia eu volte a dedicar-me a esta profissão. Tudo é possível.