EXCLUSIVO

Kelly Baron recorda "Big Brother VIP" e revela segredo da relação com Pedro Guedes

Kelly Baron e Pedro Guedes na SELFIE
Em biquíni, Kelly Baron "incendeia" a Internet
Kelly Baron na SELFIE

Em entrevista, exclusiva, à SELFIE, Kelly Baron recordou a participação no programa "Big Brother VIP", no qual conheceu Pedro Guedes, com quem namora há sete anos.

Faz sete anos que participou no "Big Brother VIP". Voltaria a fazer tudo, outra vez?
Neste momento, estou envolvida em tantos projetos que talvez fosse complicado estar fechada, durante meses, dentro do "Big Brother", mas confesso que assisti a alguns excertos deste último programa e bateram umas saudades!

O que mudou na Kelly que os portugueses conheceram?
Talvez a única coisa que mudou foi esteticamente, o meu corpo mudou muito, estou com seis quilos a menos. Quando as pessoas me encontram na rua, questionam sobre a minha forma física.

Foi nesta experiência que conheceu o Pedro. Alguma vez imaginou o que iria acontecer?
Jamais pensei conhecer o amor da minha vida num reality show.

Qual o segredo da vossa relação?
Muito diálogo, respeito, muito amor e carinho

As pessoas perguntam muito quando é que vai haver casamento?
Pararam de perguntar! (risos)

Ter filhos em comum faz parte dos planos?
Sim. Queremos ter "frutos" do nosso amor.

Pensam, algum dia, regressar ao Brasil?
Já pensamos.

Atualmente, apresenta o "1000 à Hora". Gostava de investir mais na área da apresentação?
Já são quatro anos neste projeto e amo a área da apresentação. Gostaria, sim, de continuar na televisão, mas nunca imaginei que pudesse, um dia, apresentar um programa de televisão, porque fui, sempre, uma criança super tímida, encabulada, com a autoestima baixa.

O que gostava de experimentar?
Quando eu quero, luto e faço o possível para acontecer. E, neste momento, não há o que eu queira experimentar.

E a advocacia está fora dos planos?
É uma profissão de respeito, que exigiu muita dedicação. Horas sem dormir, estudando muito para conquistar a minha inscrição na ordem dos advogados. A minha vida tomou outro rumo, depois de participar no "Big Brother VIP", em Portugal, mas considero a advocacia um futuro, mesmo sendo incerto, quem sabe, um dia, eu volte a dedicar-me a esta profissão. Tudo é possível.

Não perca, a entrevista completa, AQUI