urlvisit
EXCLUSIVO

Sofia Ribeiro: "'Cabelo Pantene - O Sonho' não é só um concurso de beleza!"

Conteúdo patrocinado
Sofia Ribeiro na SELFIE
Criticada por ter cortado o cabelo em casa, Sofia Ribeiro responde à letra!
Em casa, Sofia Ribeiro corta o cabelo e mostra resultado
Em biquíni, Sofia Ribeiro aproveita dias de sol
Sofia Ribeiro aproveita últimos dias do ano no Brasil

Em entrevista à SELFIE, Sofia Ribeiro falou sobre os principais desafios de apresentar "Cabelo Pantene - O Sonho 3" e desvendou alguns dos conselhos que deu aos concorrentes.

Como surgiu o convite para apresentar o "Cabelo Pantene - O Sonho 3"?
Surgiu de forma natural. Foi-me dito, no momento do convite, que fui escolhida porque represento os valores da Pantene. Confiança, determinação, garra, espírito de sacrifício, positividade... O que me deixou muito feliz e lisonjeada, porque, de facto, revejo-me totalmente nos valores da marca. 

Alguma vez tinha pensado em enveredar pela vertente da apresentação?
Fiquei com vontade de experimentar depois de uma brincadeira que o Manuel Luís Goucha me convidou a fazer, na altura, no "Você na TV!". Passei uma manhã no mercado de Benfica a falar com quem lá trabalha e, apesar dos nervos, diverti-me muito e a verdade é que despertou a minha curiosidade. Mas, até então, nunca tinha tido coragem. Embora já tivessem surgido convites e conversas nesse sentido, não me sentia preparada, ficava nervosa só de falar no tema, era uma espécie de tabu, para mim. Dizia que não, até a apresentar eventos, como aconteceu algumas vezes. Achava que estaria a roubar o lugar a profissionais e não gostava da ideia... Mas a verdade é que, hoje, já sinto uma abertura total para isso. Nós não temos que ser só uma coisa. Não estou a roubar o lugar a ninguém, se veio até mim é porque era para ser para mim. E, acima de tudo, há lugar para todos.

Como está a ser a experiência?
O programa já foi todo gravado. Adorei! Não podia ter pedido projeto melhor! "Cabelo Pantene - O Sonho, não é só um concurso de beleza, está carregado de esperança! De energia boa, de quem corre atrás dos sonhos, com os olhos a brilhar. Lembro-me de mim com a idade dos candidatos. De como foi difícil até encontrar o meu caminho. Das muitas provas por que passei... E fico muito orgulhosa de cada um deles, porque é preciso muita garra e coragem para nos "expormos".  Foi uma experiência única a todos os níveis. Um privilégio poder fazer parte desta equipa maravilhosa e incansável. 

O que é mais difícil?
Sem dúvida, aprender a gerir a minha "frustração", sempre que tinha de me despedir de candidatos, à medida que o programa ia decorrendo. Mesmo sabendo, por experiência própria, que, até chegar um sim, vamos ouvir muitos "nãos", e isso só nos pode fazer crescer mais fortes! Eu sou a mãezinha que se apega, vou fazer o quê? [risos] Depois, tecnicamente, enquanto atriz, fui ensinada a não falar nem olhar para a câmara, estou "protegida" por uma personagem.... Não sou eu! É a Sofia a fazer de alguém. Apresentar é o contrário! Estava também eu, juntamente com os candidatos, a dar os primeiros passos e a descobrir-me. Entre a vontade de querer fazer o melhor possível e as pernas a tremer. [risos] Não tarda nada vamos poder ver como correu. 

A apresentação será uma experiência a repetir?
Eu gostava que sim. Vamos ver como me saio primeiro! Eu senti-me muito feliz neste projeto, muito entusiasmada! Diverti-me a cada dia com toda aquela equipa. Estou super agradecida por isso. Sou movida por desafios. Por me superar, por me redescobrir, por aprender coisas novas! Gosto do frio na barriga e de me sentir à "prova". Nunca fui de me acomodar a nada. E o "Cabelo Pantene - O Sonho 3" veio tirar-me da minha zona de conforto. Se fosse só por isso, já valeu a pena. Quem sabe não nasce um novo amor daqui! 

De que forma espera ajudar os concorrentes a lidar com as expetativas?
Todos nós, na vida, seja em que situação for, criaremos expetativas.  A forma como lidamos com elas e o peso que lhe colocamos é que fará toda a diferença na nossa postura perante a vida. A ajuda que tentei sempre dar foi no sentido de se sentirem confiantes, fazerem sempre o seu melhor! Não melhor que alguém, apenas o melhor que conseguirem. Assim, estarão sempre em consciência. Independentemente de terceiros. Ao longo da vida são mais os "nãos" que ouvimos do que o contrário. Temos que estar preparados para isso. Só com perseverança se chega a algum lado. A frustração faz parte! Temos que aprender a viver com ela. E tem que ser bem canalizada. Tem que servir de motor! Não o contrário. Eu costumo pensar quando oiço um "não", que estou mais perto do "sim"! É tudo uma questão de perspetiva. Foi isso que lhes tentei passar. 

Acredita que vai sair do programa a próxima estrela da moda nacional?
Acredito que vai sair alguém muito inspirador que, com certeza, será o que quiser ser! 

O poder das redes sociais - sobretudo neste período de pandemia Covid-19 - tem vindo a crescer. Acredita que esta é uma poderosa ferramenta de comunicação? Como gere as suas redes sociais e que conselhos dá aos concorrentes?
Sem dúvida. Para o mal e para o bem! Eu prefiro pensar no lado positivo. Fazem-se coisas maravilhosas. Aproximam-se pessoas! Que é, para mim, o mais genial!  Dou o conselho que tento também seguir. Que é sermos genuínos. Mantermo-nos fiéis a nós. Promovendo o bem. Defendendo os nosso ideais, gostos e crenças, mas sem extremismo ou agressividade para com os outros. Porque acredito que são esses que se destacam. Há muita maldade nas redes sociais, muita gente disfarçada, muita gente frustrada a destilar ódio gratuitamente, mas acredito que dos maus não reza a história. Não é assim o provérbio, mas eu adaptei! [risos]

A Sofia é conhecida pela beleza natural e pelas publicações sem filtros que realiza nas redes sociais. Que conselhos/dicas daria às seguidoras para conseguirem a imagem perfeita para o Instagram?
Exatamente por isso não considero que haja a imagem perfeita! A imagem perfeita, para mim, é a de alguém que se sente bem na sua pele, seja em que circunstância for, independentemente do que os outros pensam, acham ou deixam de achar. Eu posso até não me identificar como os ideais da pessoa, com determinadas atitudes, etc., mas não deixo de me sentir representada quando vejo alguém genuinamente na sua pele. 

Há algum corte e/ou tendência de cabelo que tenha adotado e do qual se arrependa?
Quem nunca! Há muitos anos, fiz franja. Péssima ideia! Franja num cabelo muito encaracolado como era o meu, não recomendo! Parecia um toldo por cima dos olhos. [risos]

Quais os erros a evitar no que toca ao cabelo?
Evitar estar sempre a pintar, descolorar, secar, alisar, encaracolar... No fundo, evitar agredir o cabelo.

E que novos projetos tem em mãos?​
Há, felizmente, vários, que ainda não posso adiantar. Porém, estou cheia de vontade de o fazer, mas, em breve, partilho.