EXCLUSIVO

Maria Botelho Moniz sobre trabalhar com Teresa Guilherme: "Será uma experiência única"

Os looks de Maria Botelho Moniz no "Big Brother"
As férias de Maria Botelho Moniz

2020 está a ser um ano em grande para Maria Botelho Moniz, que será, novamente, apresentadora do "Extra" do "Big Brother". Em entrevista, exclusiva, à SELFIE, a nova cara da TVI fez um balanço dos primeiros meses na estação de Queluz de Baixo e das oportunidades que lhe têm sido dadas.

"Foi ótimo receber a notícia de que ia apresentar o 'Extra'! Sou uma super fã de reality shows e poder voltar a fazer parte da equipa daquele que é o 'pai' de todos eles deixa-me muito contente", sublinhou Maria Botelho Moniz.

Sem revelar pormenores sobre o programa ou os castings, a apresentadora mostrou-se expectante: "Não posso contar nada, o segredo é a alma do negócio... apenas posso dizer que não tenho a menor dúvida de que será uma super edição do 'Big Brother'. O nome, 'Big Brother - A Revolução', só por si, já revela que serão feitas algumas mudanças que vão trazer uma revolução, mas, para já... teremos de esperar para ver. Quanto aos concorrentes, não sei nada! Já na edição passada, conheci os concorrentes ao mesmo tempo que o público, o que torna tudo mais genuíno e surpreendente. Quanto à casa, está tudo no segredo dos Deuses, seremos todos surpreendidos! Mal posso esperar! Eu bem bato à porta, mas não me deixam entrar..."

À semelhança do que aconteceu na edição anterior, Maria Botelho Moniz irá conduzir o "Extra", na companhia de um ilustre painel de jurados, que contará com Marta Cardoso como comentadora residente.

"Podem esperar a análise de cada detalhe, sempre com os últimos acontecimentos em cima da mesa para debate e, claro, muito boa disposição! Terei um leque de comentadores muito forte comigo. O 'Extra' não se faz sem um bom painel e, desta vez, não será diferente."

É também com grande expectativa que a apresentadora espera trabalhar com Teresa Guilherme, a eterna "rainha dos reality shows em Portugal", que está de volta à condução do formato: "Vai ser ótimo, de certeza. Tenho muito a aprender e ter oportunidade de observar, de perto, alguém que já deu tanto à televisão portuguesa será, sem dúvida, uma experiência única."

Questionada sobre se tudo acontece no momento certo, nomeadamente a vinda para a TVI, Maria Botelho Moniz não hesitou: "Acho que a vida e o universo se encarregam de nos colocar no sítio certo, no momento certo. Desde que, obviamente, formos caminhando na direção que nos faz mais sentido e formos trabalhando e lutando pelos nossos objetivos. Acho que a vinda para a TVI aconteceu no momento em que tinha de acontecer. Está a correr muito bem, mesmo. O carinho que tenho recebido por parte do público tem sido maravilhoso e toda a gente nos corredores me recebeu de forma muito generosa e de braços abertos. Estou muito feliz. Têm-me sido dadas oportunidades fantásticas que tenho tentado agarrar da melhor forma e sinto que me é reconhecido o que tenho feito. Todos os convites que surgem são sinónimo de que estás a fazer alguma coisa bem, penso eu. Fico muito feliz por sentir que vou estar, mais uma vez, na equipa de um projeto tão importante quanto o 'Big Brother'." 

Desde que chegou à TVI, a apresentadora já apresentou as manhãs, as tardes e, até, especiais de fim de semana, razão pela qual se tem sentido agradecida por fazer parte dos planos do canal: "É para isso que trabalhamos todos os dias. Para sermos peças no tabuleiro da estação que representamos. É bom sentir que nos querem levar a jogo. Estar nas manhãs foi o maior desafio que tive até agora e guardarei, sempre, estas três semanas, num lugar especial. Foi a minha estreia a solo, num formato de daytime, e não podia ter sido mais feliz naqueles dias. Diverti-me muito!"

A simpatia, a empatia e a sensibilidade de Maria Botelho Moniz têm sido muito elogiadas pelos espectadores, mas a apresentadora não tem dúvidas: "A maior arma que podes ter é não ter arma nenhuma, além da verdade. Se é feito com verdade, o público irá sentir. Só isso."

Sobre os formatos que gostava de experimentar no futuro, adiantou: "Todos os que me faltam e os que possam ainda ser inventados! Gostava de ter a experiência de um programa familiar, de passar por um concurso, sei lá... quero experimentar o 'menu' todo. Só assim poderei ser mais completa enquanto profissional."

A poucos dias da estreia de "Big Brother - A Revolução", a apresentadora fez, ainda, um balanço das férias: "Passei pelo Algarve, fui ao Norte, à zona de Amarante, passei pela Comporta, fui ao Alentejo e, ainda, dei um pulinho à Madeira. Foram férias um bocadinho a correr, mas foram muito boas."

Sobre as notícias de que estaria apaixonada, Maria Botelho Moniz brincou: "Sou apaixonada pela vida e pelo meu trabalho, sempre!"