urlvisit
EXCLUSIVO

Fanny Rodrigues estreia-se no "Somos Portugal": "O meu pai chorou, como há muito não o via chorar"

Fanny Rodrigues na SELFIE
Fanny mostra o novo look e é apelidada de Rapunzel

Fanny Rodrigues é a mais recente cara do programa "Somos Portugal" e não podia estar mais feliz com o novo desafio na "família TVI". À SELFIE, a ex-concorrente da "Casa dos Segredos" desvendou o que o público pode esperar desta estreia, que acontece já no domingo, dia 21.

Como surgiu o convite para apresentar o "Somos Portugal"?
Um telefonema! O melhor telefonema da minha vida, posso dizer! [risos]

O convite chegou na altura certa?
Se chegou na altura certa, não sei, nem sei se existem alturas certas... Mas não estava nada à espera, confesso! Agora, que faço parte da equipa, vou fazer de tudo para que corra bem! Vou fazer de tudo para não deixar ficar mal ninguém!

Alguma coisa que possa contar sobre o convite?
A única coisa que posso dizer sobre o telefonema é que existem pessoas que acreditam nos outros! Existem pessoas que ajudam a realizar sonhos!

Alguma vez tinha imaginado fazer parte do programa?
Para ser sincera? Já! Já fui convidada para ir ao "Somos Portugal" umas 13733 vezes e, em todas elas, fui de bom agrado, feliz! Fui para me divertir e diverti sempre! Acabava, claro, por pensar para dentro: "Eu era tão feliz aqui... Quem me dera fazer parte do 'Somos Portugal... Um dia, quem sabe"... O meu sonho ganhou voz, belisquem-me! [risos]

Foi um convite irrecusável?
Claro que mal me fizeram o convite, disse, logo, "sim". Quer dizer, primeiro disse: "Não acredito!" [risos] É irrecusável, claramente!

Por que motivo acredita que foi a eleita?
Quero acreditar que me viram como uma peça do puzzle que encaixa no "Somos Portugal"! Sou mesmo assim, sou pimba - no bom sentido -, sou popular! Talvez por ser emigrante e ter avós feirantes! Adoro músicas populares e não o escondo! [risos]

Como vai ser trabalhar com este painel de apresentadores?
Do que tenho sentido, vai ser maravilhoso! Posso dizer-vos que o nosso grupo vai ser unido, divertido, solto e leve! São todos bem dispostos! Todos dados! Todos amigos! Os da "velha guarda" receberam-nos tão bem. São generosos!

Já os conhecia a todos?
Só não conheço, pessoalmente, o Zé Lopes, mas tenho a certeza de que nos vamos dar muito bem! Gosto dele. Do que conheço, gosto dele! Dos outros apresentadores, já conheço a Ana [Arrebentinha], trabalho com ela no "Big Brother", e é muito boa colega.

O que mais a atrai no programa?
No "Somos Portugal", aquilo de que mais gosto é do contacto com o povo! E acho que me vou sentir mesmo solta quando formos para a estrada! Gosto do toque, dos abraços, do falar alto, das histórias e, claro, do bailarico! [risos]

Quem foi a primeira pessoa a quem contou?
A primeira pessoa a quem contei foi ao meu João, claro! Liguei-lhe a chorar e aos berros. [risos]

Como reagiu a sua família?
O meu pai chorou! Chorou como há muito não o via chorar, e eu, também! Para ser sincera, choraram todos! O meu avô, então, nem se fala... Ficaram todos muitos felizes, com muito orgulho... E eu sinto-me muito grata por ter conseguido proporcionar um momento de tal emoção e alegria.

A quem dedica a estreia?
Vou dedicar aos meus, mas, também, aos meus seguidores! Aos que estão comigo desde 2011 e nunca me largaram. Aos que, sempre, acreditaram em mim!

Que outros sonhos tem na gaveta e espera poder realizar na TVI?
Tenho tantos! Sempre disse que os meus sonhos não têm teto! Mas, hoje, acredito que posso vir a ter um futuro lindo na nossa TVI! Faço parte da família desde 2011 e sempre foram muito generosos comigo. Tive muitas oportunidades. Por isso, seja em que papel for, cá estarei! Para já, ainda estou tão embriagada de amor por este novo projeto, por fazer parte do "Somos Portugal", que nem consigo pensar no futuro. Só quero viver o presente.

Tem acompanhado e comentado o "Big Brother - Duplo Impacto". Quem espera que vença e porquê?
Sinceramente, não sei quem pode, realmente, vir a ser o vencedor, mas acho que seria justo ser um dos que lá estão desde dia 3.