Entrevistas

Dia do Pai. Diogo Infante e o momento em que conheceu o filho: "Nunca estive tão nervoso"

Diogo Infante aceitou o desafio da SELFIE e respondeu ao nosso quiz relacionado com o Dia do Pai, que se assinala este sábado, dia 19.

Filipe, de 19 anos, foi adotado pelo Diogo Infante há cerca de uma década. Fique a conhecer melhor a relação dos dois, neste quiz alusivo ao Dia do Pai, que se celebra neste sábado, dia 19.

O que mudou desde que foi pai?
A minha visão do mundo, o sentido de responsabilidade. Uma incomensurável capacidade de amar e querer proteger. Todos os meus sentidos ficaram mais apurados.

Todos os momentos são especiais, mas há algum que guarde com especial carinho?
O dia em que conheci o Filipe. Acho que nunca estive tão nervoso e com tanta expetativa.

Qual a conversa mais delicada que já teve com o seu filho?
Aquela em que lhe disse que deveria, sempre, abraçar as suas diferenças e ter orgulho nelas. São as nossas diferenças que nos tornam únicos e especiais.

O que costuma fazer, frequentemente, com o seu filho?
Conversar. Gosto de o ouvir. Saber como lhe correu o dia, qual a opinião que tem sobre as coisas, quais os planos que traçou. Gosto que tenha uma voz ativa e envolvo-o em todas as decisões importantes que afetam a nossa vida.

O que é que gostava muito de fazer com ele, mas ainda não teve a oportunidade?
Não há muita coisa por fazer. Gostamos de viajar e de fazer planos. Aguardo, tranquilamente, pela próxima fase da vida em que possa ter netos.

Defina-se enquanto pai.
Presente.

A personalidade do Filipe é parecida com a sua?
Em alguns aspectos, sim. É determinado, focado e lida mal com a autoridade, como eu!

Abdicaria de tudo pelo seu filho?
Não sei o que isso implica, mas faria todos os sacrifícios por ele, sim.

Que conselhos pode dar às pessoas que querem adotar? Ou a quem está em processo de adoção?
Que sejam generosas e pacientes. Pensem que, se vão adotar uma criança, é porque alguma circunstância traumatizante a colocou nessa situação. Por isso, é preciso paciência para sarar as feridas e muita dose de amor!

Como costuma celebrar o Dia do Pai?
Em família. Normalmente, costumamos ir jantar fora.

Relacionados