urlvisit
EXCLUSIVO

O que anda Diogo Reffóios Cunha a fazer depois do "Big Brother"? Ex-concorrente conta tudo!

"Big Brother": conheça o concorrente Diogo Cunha
Diogo Cunha, do "Big Brother", partilha novidade e fãs reagem: "Aproveita ao máximo"

Diogo Reffóios Cunha conversou com a SELFIE sobre a vida fora do "Big Brother".

Diogo Reffóios Cunha diz que a passagem pelo "Big Brother" lhe trouxe uma visibilidade e uma influência que lhe permitem, agora, fazer outras coisas. "Aquilo é a tua personalidade com esteróides", afirma o ex-concorrente, explicando: "Desde que saí, tenho a minha vida tal e qual como no passado, [...] mas, agora, com melhores condições. Antes, eu trabalhava num hostel, quatro horas por dia, a fazer as camas e a arrumar e, em troca, eles davam-me dormida. Agora, consigo o mesmo, mas organizo podcasts no hostel e trato do marketing. Dá-me tempo para fazer outras coisas, como correr ou passear, e dedicar-me a outros projetos."

O redator publicitário não tem dúvidas: "O 'Big Brother' não veio mudar nada aquilo que eu já era. Amplificou o que eu já era, apenas."

Mas os projetos do ex-concorrente do reality show da TVI não ficam por aqui. Além do projeto Nómada Digital, Diogo Reffóios Cunha deu asas à "ideia que surgiu dentro da casa" e desenvolveu o domínio Diogão.pt e, em conjunto com Catarina Lobo, especialista em desenvolvimento têxtil e responsável pela produção, e Solange Costa, designer de moda e ilustradora, criou uma loja de roupa sustentável.

"Mas nem algodão orgânico usamos, porque, by the way, se gasta três vezes mais água do que o algodão normal, então, usamos algodão reciclado, em t-shirts pré-compradas [com frases que marcaram a passagem pelo 'Big Brother']. Não produzimos nada que já não esteja vendido. Assim, somos verdadeiramente ecológicos, porque não há qualquer tipo de desperdício", explica, entusiasmado, Diogo Reffóios Cunha, que espera contribuir para mudar mentalidades: "Dar uma vida nova a algo que já existia."

Contudo, apesar de tentar viver de forma a reduzir ao máximo a pegada ecológica, Diogo Reffóios Cunha assume que, depois da saída da casa do "Big Brother", tem cometido um pecado ecológico, mais vezes do que as que desejaria: "usar take-away, com caixas e caixinhas, e sacos... aquele lixo, que só é usado durante cinco minutos, irrita-me! Tenho de voltar a usar o meu tupperware, e comprar um bom!".

Recorde-se que Diogo Reffóios Cunha é um dos oradores convidados para o GreenFest, o maior movimento de sustentabilidade do país, que, em 2020, adota "um formato inovador que casa o habitual festival presencial com uma programação digital", conforme se pode ler no site da organização. Assumido nómada digital, Diogo Cunha participa em duas palestras diferentes, com o objetivo de falar sobre as vantagens do trabalho remoto, nomeadamente através do projeto Nómada Digital, um coletivo online de nómadas digitais portugueses, todos freelancers, que partilham, muitas vezes, clientes, projetos e negócios.

O GreenFest tem o apoio da Media Capital e ainda pode inscrever-se para assistir à palestras ou consultar o programa completo, aqui.