urlvisit

Fátima Lopes abre o coração sobre os dois divórcios: "Não vivo zangada com os problemas do passado"

Fátima Lopes explica o que sentiu quando anunciou o divórcio
Fátima Lopes fala sobre a relação que tem com Cristina Ferreira
Fátima Lopes: «Não sou mãe de fim de semana»
Cristina para Fátima: «Não és tu a revelação»
Cristina Ferreira deslumbra no 'Dia de Cristina'

No programa "Dia de Cristina", a apresentadora Fátima Lopes recordou alguns dos momentos mais desafiantes dos seus 51 anos de vida.

Fátima Lopes foi a primeira convidada do programa "Dia de Cristina", desta quarta-feira, dia 21. Numa viagem no tempo, a apresentadora começou por recordar o começo do percurso profissional e garantiu que encara os seus 51 anos de vida de uma forma positiva.

"Aceito a idade que tenho. É claro que a pele não tem a mesma beleza, nem a mesma consistência, mas eu gosto mais de mim, hoje. Quando era mais jovem, era muito 'fresquinha', mas sabia pouco da vida. Agradeço todas as 'pancadas' que levei, porque fizeram de mim a mulher que sou hoje. Não vivo zangada com os problemas do passado", garantiu o rosto do programa "A Tarde é Sua".

Falando de alguns desses momentos mais desafiantes que enfrentou ao longo destes 51 anos, Fátima Lopes recordou os dois divórcios por que já passou: "Dou-me muito bem com os pais dos meus filhos [Beatriz e Filipe, de 20 e 11 anos, respetivamente]. Quando as pessoas se separam, não podem perder o bom senso, mesmo que se engula um ou outro 'sapo'. Não faz mal. O teu filho tem de estar acima de tudo."

A apresentadora confessou, ainda, que esta pandemia foi "muito difícil", porque se tornou "mãe de fim de semana": "Os meus filhos ficaram no Alentejo, com os meus pais, para evitar que todos ficassem numa situação de risco. Desinfetava-me da ponta do cabelo à ponta dos pés, à sexta-feira, quando entrava lá em casa, mas só podia ir ao fim de semana. E eu não sou 'mãe de fim de semana'. Sou 'mãe de todos os dias'. Posso não ter tempo para mais nada, mas há algo que sei: quando os meus filhos precisam, estou lá sempre. O meu maior papel na vida é ser mãe."

Veja, agora, a entrevista de Fátima Lopes, no programa "Dia de Cristina".