urlvisit

Rita Pereira: "Mas está tudo maluco?! Vamos mesmo matar a cultura em Portugal?!"

Rita Pereira na SELFIE
Rita Pereira mostra treino caseiro... repleto de interrupções!
Rita Pereira faz transformação radical e é muito elogiada: "Beleza rara"
Lonô, filho de Rita Pereira, celebra o 2.º aniversário

Foi nas redes sociais que Rita Pereira lamentou o encerramento do setor da Cultura, a propósito do novo confinamento, que visa prevenir o contágio da Covid-19.

"[...] Por falar em arte, aproveito para perguntar, publicamente, por que é que posso levar o meu filho a uma missa cheia de gente (onde as regras são supostamente as mesmas) e não posso levar o meu filho a ver uma peça de teatro, a um museu, a uma galeria de arte, a um concerto, a um filme no cinema", começou por escrever a atriz, numa publicação no Instagram, na qual mostra o filho a fazer construções na areia da praia.

"Mas está tudo maluco?! Vamos mesmo matar a cultura em Portugal?! Vamos mesmo deixar à fome centenas de pessoas que trabalham para nos fazerem felizes?! Sim, porque muitos de nós sobrevivemos, psicologicamente, ao confinamento, graças à cultura", sublinhou.

No fim, a atriz apelou ao Ministério da Cultura: "Por favor, por favor, que o Ministério da Cultura tome medidas que atenuem o agravamento de uma situação que nada mais é que catastrófica. Aguardamos, esperançosos."

Recorde-se que, além de Rita Pereira, outras figuras públicas se manifestaram sobre o assunto, lamentando as medidas que visam o fecho dos espaços culturais, nomeadamente, Rita Ferro Rodrigues, Diogo PiçarraRui Maria Pêgo e Jorge Corrula.