urlvisit

Marta Andrino: "As emoções saíram de mim, sem controlo. Chorei"

Marta Andrino na Selfie
Filho de Marta Andrino e Frederico Amaral aprende a tocar piano com o avô
Marta Andrino exibe boa forma, após procedimentos estéticos
Pimpinha Jardim e Marta Andrino mostram o look da Festa de Verão TVI
Marta Andrino e Frederico Amaral na Selfie

Após terminar um espetáculo que antecedeu o encerramento temporário do setor da Cultura, Marta Andrino emocionou-se e partilhou um desabafo com os fãs.

"Quando, ontem, o espetáculo terminou, as emoções saíram de mim, sem controlo. Chorei... O público, que se sente seguro e, todas as noites, enche a nossa (meia) sala, estava, ali, de corpo e alma, na mesma vibração", começou por escrever a atriz, nas redes sociais.

"É no palco que quero estar, é a trabalhar que quero estar. 'Vida de artista' é assim mesmo, ter e não ter, e, acreditem, vivo muito bem com isso, talvez por ter sido educada da mesma forma! Desde janeiro até novembro de 2020, não estive nos teatros, estava, agora, a começar, a sentir aquele gozo das personagens e, pumba... fugiu!", acrescentou.

"Sinto-me triste e tinha de partilhar! Força a quem, como nós, cultura, volta a fechar!", concluiu, lembrando as novas medidas, que visam prevenir o contágio da Covid-19.

Recorde-se que, além de Marta Andrino, outras figuras públicas se manifestaram sobre o assunto, lamentando o fecho dos espaços culturais, nomeadamente, Rita PereiraRita Ferro RodriguesDiogo PiçarraRui Maria Pêgo e Jorge Corrula.