urlvisit
SELFIE SEM FILTROS

Caras conhecidas mostram-se como nunca as viu, na SELFIE SEM FILTROS

Pedro Fernandes, o homem para além da televisão e da rádio
Como nunca a viu! Cláudia Lopes, a mulher para além do MaisFutebol
SELFIE SEM FILTROS convida Ana Arrebentinha
SELFIE SEM FILTOS convida Cláudia Lopes
SELFIE SEM FILTROS convida Ana Arrebentinha

Mais de que um olhar pelo passado, presente e futuro, o convite era para olharem para dentro de si próprios. Pedro Fernandes, Cláudia Lopes e Ana Arrebentinha não se fizeram rogados, aceitaram o desafio da SELFIE, abriram o coração e mostraram-se como nunca os viu, na rubrica SELFIE SEM FILTROS.

Pedro Fernandes foi o mais recente convidado e o primeiro homem a mostrar-se, tal como é, na SELFIE. Numa partilha sincera e apaixonante, recordou a infância e a adolescência, em que foi vítima de bullying, o sonho do futebol e, até, os karaokes em Alvor. Homem de família, o apresentador falou, também, sobre o amor que sente pela mulher, Rita Fernandes, por quem se apaixonou quando tinha apenas 16 anos, e pelos filhos, Tomás e Martim, de doze e oito anos, respetivamente. Com um novo desafio em mãos, quase a estrear na TVI, Pedro Fernandes prestou, ainda, homenagem ao colega e amigo Pedro Lima.

No episódio anterior, Cláudia Lopes lembrou a altura em que entrou para o jornalismo desportivo e em que percebeu a necessidade de aprender a viver "num mundo que é sempre pior para as mulheres." A jornalista recordou, ainda, a dor que viveu quando, grávida de gémeos, perdeu um dos bebés e teve de encontrar forças para levar avante a gravidez de Simão, hoje, com seis anos, sem esquecer o importante papel do marido, Marco Braz.

Ana Arrebentinha foi a primeira convidada desta rubrica. Num registo completamente diferente daquele a que nos habituou, a comediante viajou até ao momento em que deixou a Amareleja, no Alentejo, e veio morar, sozinha, para Lisboa, à procura de um sonho, falou sobre a morte do pai, a relação com a família e com o trabalho, e, ainda, se mostrou uma mulher romântica e apaixonada.

Sobre a SELFIE SEM FILTROS

Uma selfie não tem de ser sinónimo de vaidade ou egocentrismo, nem tão pouco tem de vir carregada de filtros, daqueles que embelezam os feeds das redes sociais e que, tantas vezes, em nada correspondem à verdade. 
Uma selfie é, na essência, um retrato que a pessoa tira a si mesma, quando se vê refletida.

Na SELFIE SEM FILTROS, é esse o desafio que colocamos aos entrevistados: que olhem para si e nos digam o que veem. Uma viagem leve e introspetiva pelo interior de cada um.

Não interessam os melhores ângulos, nem a luz certa. Não estamos à procura da selfie perfeita.

Mais de que um olhar pelo passado, presente e futuro, na SELFIE SEM FILTROS, o convite é para olhar para dentro de si próprio.