urlvisit

Pedro Crispim deixa mensagem sincera e fala sobre anos de "vazio imenso"

Pedro Crispim na SELFIE
Longe da mãe, Pedro Crispim presta homenagem emotiva: "Tem um coração gigante"
Pedro Crispim: "É um amor que não encontro nos braços de mais ninguém"
Ana Arrebentinha e Pedro Crispim em direto no Instagram da SELFIE
Pedro Crispim e o bairro que o viu crescer

O comentador do "Big Brother" Pedro Crispim assinalou uma data única, recorrendo ao Instagram.

Este sábado, dia 21, é de festa, para Pedro Crispim: o comentador do "Big Brother" completa 42 anos de vida. No Instagram, Pedro Crispim aproveitou para fazer uma reflexão.

"Sinto que, de facto, os anos passaram depressa, de tão cheios os dias, que chegavam a transbordar. Mas, para ser sincero, outras vezes sucedeu o contrário, os mesmos eram de um vazio imenso e de um silêncio desesperante. Mas, na realidade, recordo-me de todos os sítios, de todos os momentos, e de cada sabor, os doces e os outros, e ainda vivem em mim as palavras que, como bandas sonoras, pintaram de tons diferentes, cada história de amor, cada vitória, mas também cada derrota. Palavras, essas, que me deram colo e abraçaram nos momentos tristes e solitários e me fizeram dançar até o dia nascer, sem culpa, só prazer", começou por desabafar, na legenda de uma imagem da infância.

"Vivo intensamente cada segundo, levando comigo tudo e todos aqueles que me acrescentam (e são poucos) e me tornam maior e melhor, o resto vai ficando algures pelo caminho, onde é o seu lugar.
Até porque, como já aprendi, hoje faço da m****, que me acontece na vida, adubo! Este sou eu, tento sempre tirar o melhor de tudo...até aparentemente do pior. Não largo quando acredito, não deixo quando sinto (e sinto muito) mesmo que o Mundo me diga uma e outra vez para deixar de sonhar e me tente fazer desistir, o meu caminho, esse, será sempre em frente, focado e com memória. Memória essa que me serve de bússola em tudo aquilo que faço", acrescentou.

"Aqui estou eu, agora, porque continuo a acreditar que a vida me foi entregue, e não será nunca em vão.
Se não me sinto 100% feliz, será minha a responsabilidade e a missão de mudar (não dos outros ou do Mundo).
É isso que irei continuar a fazer, a procurar ser pleno, de sorriso no rosto, e, se possível, a fazer um pouco feliz quem me rodeia através deste caminhar tão meu. 'Gratidão' será a palavra que melhor define estes meus 42 anos, sou muito grato a vocês, aos meus, mas, acima de tudo, à vida e a tudo o que tenho vivido e sentido. Obrigado, sempre, para sempre, só assim vale a pena!", rematou Pedro Crispim.

Veja, agora, a imagem de Pedro Crispim, na infância, na galeria de fotografias que preparámos para si.