Big Brother

Marta Cardoso: "As pessoas com o coração na boca mostram o que têm de melhor e de pior"

Chamada a comentar a polémica entre Sandra e Carina, Marta Cardoso não teve papas na língua.

  • 29 set 2020, 13:06
Redação

Marta Cardoso marcou presença no "Extra", apresentado por Maria Botelho Moniz, e comentou a discussão entre Sandra e Carina.

"As pessoas que têm o coração na boca e que vivem intensamente as emoções mostram, como muita facilidade, o que têm de melhor e de pior. A Carina não me parece uma pessoa rancorosa, ao contrário de Sandra", começou por afirmar a comentadora.

"Não dou uma semana para a Carina para fazer outra igual ou parecida, com a Sandra ou com qualquer outra pessoa. É da natureza dela, está sempre nos extremos, ela sente e aquilo vem cá para fora, e, depois, no dia seguinte, pensa no que fez e no que disse", acrescentou.

Já sobre Joana, que esteve na origem do "diz-que-disse", Marta Cardoso argumentou: "Dois pontos: um a favor e outro contra. É-me impossível dizer que a Joana não teve uma atitude corajosa quando, depois de ser, apanhada, literalmente, em flagrante, numa situação que, efetivamente, é clara para todos, continua a manter-se na dela de que não fez mal nenhum e que o voltaria a fazer. [...] Agora, a frontalidade ou a amizade que a Joana diz ter faz-me alguma confusão, porque se eu ouvir alguém a falar mal de uma amiga minha, a primeira coisa que eu faço é falar com a pessoa. [...] O que a Joana fez foi calar-se, fechar a boquinha, sair de fininho e ir meter aquilo tudo nas mãos da Carina. Se são assim tão amigas como a Joana diz, a amizade pressupõe que a gente conheça bem os amigos e as reações deles, portanto, ou não amigas ou ela sabia que a amiga ia ter aquela reação."

Veja o vídeo!

Relacionados