urlvisit

Viúvo de Maria João Abreu: "Viver sem a João é sobreviver"

Maria João Abreu e João Soares na Selfie
Maria João Abreu em vídeo ternurento com os netos
João Soares recorda Maria João Abreu: "A minha João"
Zé Manel dedica música a Maria João Abreu
Maria João Abreu na Selfie

João Soares publicou um novo texto, no Instagram, no qual fala sobre a forma como está a viver o luto, após a morte da atriz, aos 57 anos.

Na legenda de uma fotografia, na qual se pode ver Maria João Abreu, João Soares publicou um texto sobre a forma como está a viver o processo do luto após a morte da atriz.

"Viver sem a João... Viver sem a João é sobreviver. É viver pela metade. Pela metade menor, porque a metade da João era a metade maior. Contradição matemática, eu sei, mas vida tem destas coisas... Coisas que não se explicam. Coisas que se sentem", começou por escrever o músico que era casado com a atriz desde 2012.

"Viver sem a João não é passar de plural a singular, não... É passar de um, a uma parte dele. Porque nós éramos um. Uma entidade, uma alma, um modo de vida. Uma vida. Éramos 'Os Joões'. Somos 'Os Joões' que agora passam a ser algo menor, porque a maior parte está na parte que seguiu noutra viagem. Está na parte da minha João. Está na parte que partiu. Os Joões agora, sou eu. Sem ela. Por ela. Pelo que ela me imprimiu. Pelo que ela é para mim. Pelo interminável e incondicional amor que lhe tenho", continuou João Soares.

O músico rematou o emotivo texto, recordando um das máximas de Maria João Abreu. "Ela disse: 'Amem-se. E vivam como se fosse o último dia. E, amanhã, logo se vê'. E assim farei. É tudo o que posso fazer. É apenas o que posso fazer. A João era a minha vida. Foi. É. E sempre será", concluiu João Soares.

Maria João Abreu morreu, aos 57 anos, no passado dia 13 de maio, na sequência da rutura de um aneurisma, que deixou a atriz em coma no Hospital Garcia de Orta, em Almada, onde foi sujeita a duas operações ao cérebro.