Entrevistas

Maria Botelho Moniz revela que presente de Natal gostava que o namorado lhe oferecesse

Depois de um ano carregado de novos desafios, Maria Botelho Moniz fez um balanço e revelou algumas tradições de Natal e qual o presente que gostava de receber do namorado, o piloto Pedro Bianchi Prata.

Maria Botelho Moniz, mais conhecida pela sua presença na televisão, embora seja atriz de formação, dá vida à inspetora da polícia Carla, no novo filme de Diogo Morgado, "Irregular" e confessou que estava "ansiosa por voltar à representação".

"Há sempre o bichinho da representação e, graças a Deus e a pessoas como o Diogo, pelo menos uma vez por ano, tenho a oportunidade de ir 'brincar' um bocadinho [risos]", acrescentou a atriz e apresentadora, visivelmente feliz, no dia da estreia do filme.

Sobre o programa "Dois às 2" e o desafio de trabalhar com Cláudio Ramos, Maria Botelho Moniz afirma: "É quase um ano de dupla e tem sido maravilhoso! Trabalhar com o Cláudio tem sido um prazer. Nós completamo-nos e encaixamos muito bem e a equipa tem sido maravilhosa."

"Tenho receio todos os dias [de que o público não goste de mim], mas acho que isso só demonstra a responsabilidade que temos em cima e, também, o estarmos tão agradecidos por aquilo que nos deram. Nós queremos dar o nosso melhor, até porque queremos manter-nos por ali por muito tempo", acrescentou a apresentadora.

"Somos os reis do Tik Tok! [risos] É uma dinâmica muito genuína e divertimo-nos imenso", comentou, ainda, Maria Botelho Moniz acerca das gafes que, por vezes, a dupla de apresentadores comete no programa das manhãs da TVI.

Apaixonada por Pedro Bianchi Prata, a apresentadora, de 37 anos, esteve sozinha na noite de estreia de "Irregular", mas não deixou de enaltecer o apoio que o piloto tem dado à carreira de Maria Botelho Moniz: "Trabalhamos em cidades diferentes, mas ele está cá comigo... Hei-de voltar a ver o filme com ele, no cinema e a pagar bilhete, porque o Cinema precisa disso."

Com a situação da pandemia Covid-19, Maria Botelho Moniz revela que os planos para o Natal ainda não estão completamente definidos, mas que espera vivê-lo seguindo as tradições: "Passo sempre a Consoada em casa da minha mãe, em Lisboa, com a minha família, e no dia 25 em casa da minha avó."

Sobre a prenda que gostava de receber de Pedro Bianchi Prata, Maria Botelho Moniz respondeu, sem hesitar: "Férias! [risos] Estamos sempre a precisar de uns dias de descanso."

Relacionados