urlvisit

Comovido, Marcelo Rebelo de Sousa evoca Maria João Abreu

Maria João Abreu na Selfie
Maria João Abreu e João Soares na Selfie

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, já reagiu à notícia da morte de Maria João Abreu, deixando uma mensagem de pesar.

"O humor, a emoção e a empatia ligam-nos aos outros, até aos outros que não conhecemos, como é o caso dos atores e das atrizes", começou por escrever Marcelo Rebelo de Sousa, numa nota de pesar pela morte da atris Maria João Abreu, publicada no site da Presidência.

"Maria João Abreu, que nos deixou precocemente, escolheu essa abordagem, talvez por ser a abordagem que lhe era mais natural: a comédia, a projeção dos nossos afetos e dos nossos problemas, a proximidade humana", continuou o Presidente da República.

"A sua carreira como atriz de revista e como produtora, ao lado de José Raposo, bem como outras participações teatrais (com Filipe La Féria, João Lourenço e José Fonseca e Costa), mas sobretudo o seu intenso currículo em televisão (novelas, séries, programas de entretenimento e de comédia) tornaram-na uma figura que representava para muitos portugueses a familiaridade de quem está connosco porque se parece connosco", evocou Marcelo Rebelo de Sousa, antes de rematar: "À sua Família apresento, comovido, as minhas sentidas condolências."