urlvisit
EXCLUSIVO

José Carlos Pereira sobre "Festa é Festa": "Uma ode à vida"

As primeiras imagens da novela "Festa é Festa"
Apresentação da novela "Festa é Festa"
Tomás, filho de José Carlos Pereira e Inês Góis na SELFIE
José Carlos Pereira e Inês Góis na SELFIE
José Carlos Pereira nos melhores papeis da ficção

José Carlos Pereira regressa ao ecrã da TVI, na novela "Festa é Festa". Em entrevista à SELFIE, o ator falou acerca deste novo desafio.

O que nos pode contar acerca da novela "Festa é Festa" e da sua personagem?
Já comecei a gravar. É um projeto muito engraçado, muito bem escrito, com personagens completamente peculiares. Esta personagem é o contraponto de tudo isto, acho que é o mais normal no meio de todos eles. [risos] Este meu médico é quase o identificativo do público, no meio desta parafernália que aqui anda. Mas é muito giro, porque lhes dá exatamente aquele contraponto: eles andam a 1000, eu ando a 100. Tenta chamá-los à razão, muitas vezes. 

E como estão a correr as gravações?
É um grande desafio, é um projeto muito engraçado e que me está a dar muito gozo. Adoro fazer humor e, neste projeto, temos humor e humor bem escrito! É bom poder fazer isso com pessoas com tanto talento, como os colegas com quem estou a trabalhar.

Por que motivo as pessoas não podem perder esta novela?
Não vão perder, porque acho que, depois de tanto tempo de confinamento, de tanta pressão, angústia e ansiedade que andámos a passar, é disto que as pessoas têm saudades: de festa, de estar juntos, de podermos abraçar os outros, de podermos divertir-nos em conjunto e acho que muita gente se vai identificar com esta necessidade de poder festejar outra vez, de podermos estar juntos outra vez. No fundo, é o festejo, e esperemos que assim seja, que isto venha a bom porto e que toda esta situação que vivemos, que foi angustiante de tantas e tantas maneiras, culmine numa bonança e numa festa. Uma festa à vida, porque é isso que precisamos de celebrar, celebrar a vida! Acho que isto vai ser um bocadinho uma ode à vida e à possibilidade de podermos estar todos juntos outra vez.