urlvisit
EXCLUSIVO

Zé Lopes realiza sonho no "Somos Portugal": "Tenho uma dívida para com a Cristina Ferreira para o resto da vida!"

O jovem Zé Lopes regressa à TVI e vai ser um dos rostos do "Somos Portugal". À SELFIE, o, agora, apresentador confessa estar radiante com o desafio, que assume ser a concretização de um sonho.

Como surgiu o convite para regressar à TVI? Chegou na altura certa?
O convite surgiu por parte da Direção de Entretenimento e Ficção da TVI, mais precisamente por parte da Cristina Ferreira e acho que sim, surgiu no momento certo. Queria muito fazer este programa e é muito especial voltar a casa, três anos depois.

Estava à espera deste convite?
Não estava nada à espera que o convite surgisse e foi, precisamente, por isso que teve um gosto ainda mais especial. A Cristina Ferreira foi a primeira pessoa a acreditar em mim, no início do meu percurso, e, agora, passados três anos, prova-me que continua a acreditar. Já o disse algumas vezes, mas é mesmo a verdade: tenho uma dívida para com ela para o resto da vida!

Alguma vez imaginou fazer parte do programa?
O convite foi, absolutamente, irrecusável, porque o meu coração me disse que tinha de vir. E, quando o coração fala, não há outra opção que não seja ouvi-lo. Nunca escondi de ninguém o meu sonho de apresentar o "Somos Portugal", até porque sou de uma aldeia e sei a importância das romarias, das tradições locais, dos cantores populares... Ainda mais nesta fase que todos atravessamos! Não esperei é que a oportunidade de realizar este sonho surgisse já, com apenas 23 anos. Mas prometo agarrá-la, com unhas e dentes!

O que lhe disse a Cristina Ferreira quando o convidou?
A Cristina disse-me para confiar nela. E já me deu muitas provas de que isso é o suficiente! Sei que ela está muito feliz por contar comigo na equipa. Juntos, faremos mais e melhor, não é assim que diz o hino? [risos]

O que acha que o levou a ser escolhido para este programa?
Acho que fui escolhido pela minha personalidade e pela jovialidade e energia que posso trazer ao programa. Sou bem disposto por natureza. A vida, para mim, é uma festa que deve ser celebrada, diariamente, e prometo trazer essa boa disposição para o formato. E o trabalho, porque eu não tenho medo nenhum do trabalho e faço tudo para não desiludir quem aposta em mim.

Como vai ser trabalhar com este painel de apresentadores? Já os conhecia?
Já conhecia muito bem o Ben [Ruben Vieira], o Santiago [Lagoá] e a [Ana] Arrebentinha, e adoro-os. Não conhecia tão bem a Fanny [Rodrigues] e a Mónica [Jardim], mas elas são tão amorosas que não há como não gostar, já para não falar que acompanhava o percurso profissional de todos e era fã. Por isso, logo aí, está uma vantagem para que as coisas funcionem. Já temos um grupo no Whatsapp e brincamos muito por lá. Tem sido muito divertido e acho que o grupo tem tudo para surpreender.

Será a sua estreia. Está nervoso?
Estou muito muito nervoso, mas acho que é natural. É a minha estreia num formato em direto, com seis horas de emissão, mas tranquiliza-me saber que tenho lá os meus queridos colegas, se alguma coisa correr menos bem. [risos]

Quem foi a primeira pessoa a quem contou sobre este desafio?
Foi à minha irmã. Durante muito tempo, guardei segredo de todas as outras pessoas. Isto era/é tão bom, tão inacreditável, que, até, preferi que ninguém soubesse, porque costuma dizer-se que "o que ninguém sabe, ninguém estraga!"

Como reagiu a sua família?
A minha família e os meus amigos estão muito contentes com este convite. Eles sempre souberam que era este o meu sonho e, também, conseguem perceber o quão entusiasmado estou. Por isso, ficam, obviamente, muito felizes.

Que outros sonhos tem na gaveta e espera poder realizar na TVI?
Tenho em mim todos os sonhos do mundo. Costumo dizer que trouxe comigo uma mala cheia de sonhos, com a certeza de que, a seu tempo, vou poder realizá-los todos, nesta minha nova casa. Estou tão grato à vida, de verdade. A vida é mesmo bonita!