urlvisit

Após moção polémica, Paula Lobo Antunes propõe retirar "os tomates aos [homens] do Chega"

Paula Lobo Antunes e Jorge Corrula na SELFIE
Paula Lobo Antunes: «A minha primeira casa era muito masculina»
Glam Shot TVI com Paula Lobo Antunes

Paula Lobo Antunes não ficou indiferente à moção controversa, apresentada por um filiado do partido "Chega", respondendo à mesma com uma proposta que já deu muito que falar.

Depois de ter sido apresentada a "Moção Estratégica para Portugal" - pelas mãos de Rui Roque, antigo militante do Partido Nacional Renovador - que pedia a aprovação de uma lei sobre "retirar os ovários às mulheres que abortem", a atriz reagiu, publicamente.

Nas redes sociais da SIC Notícias, numa publicação sobre a moção, Paula Lobo Antunes sugeriu: "E, já agora, os tomates aos [homens] do Chega".

A resposta da mulher de Jorge Corrula contou com uma onda de elogios e aplausos. Houve mesmo quem dissesse que a atriz "merecia um Óscar para melhor comentário".

Recorde-se que a moção apresentou a seguinte premissa: "Às mulheres que abortem no Serviço Público de Saúde, por razões que não sejam de perigo imediato para a sua saúde, cujo bebé não apresente malformações ou tenham sido vítimas de violação, devem ser retirados os ovários, como forma de retirar ao Estado o dever de matar recorrentemente portugueses por nascer, que não têm quem os defenda no quadro atual".