Yannick Djaló chora morte da irmã, de 17 anos: "Serás sempre a minha menina"

Festas da Moita: testemunha conta como tudo atropelamento aconteceu
Yannick Djaló chora morte da irmã
Conheça a nova namorada de Yannick Djaló

Açucena Patrícia, irmã de Yannick Djaló, morreu, aos 17 anos, após ter sido atropelada nas festas da Moita.

A irmã do futebolista estava com um grupo de jovens que foi atropelado pelas 02:00 de sábado, numa rua que estava fechada ao trânsito por causa das festas da Moita.

O autor do atropelamento, que provocou mais cinco feridos, foi detido no local pela GNR, enquanto a jovem ainda foi transportada ao Hospital Garcia de Orta, em Almada, onde acabou por falecer.

Yannick Djaló, que perdeu a mãe há dois anos, encontra-se de momento a viver na Tailândia, onde joga pelo Ratchaburi Mitr Phol, e já está de viagem para Portugal.

A jovem tinha completado 17 anos no início de agosto e, nas redes sociais, o ex-marido de Luciana Abreu deixou uma mensagem que demonstrava a forte ligação que os unia. "Tem coisas que o tempo não muda... Aos 17 anos... eu já era um homem... tu não és uma mulher... és uma menina, minha menina. Vais ser sempre a minha menina, não interessa quão crescida te tornes, serás sempre a Açu minha irmãzinha que mais parece minha filha. Ainda tens o mesmo sorriso meigo de quando tinhas 5 anos, a mesma voz doce de 12 e um carácter incrível que me enche de orgulho todas as vezes que penso em ti... todas as vezes que falo em ti", escreveu o futebolista no Instagram na mensagem de parabéns à irmã.