No Instagram

Mafalda Matos está de luto: "A matriarca morreu"

A atriz, que ficou famosa nos "Morangos Com Açúcar", está de luto, após ter perdido a avó materna.

"A minha avó morreu. Não estou bem. Estou triste. Zangada. E tenho saudades dela…", escreveu Mafalda Matos na legenda de uma imagem partilhada no Instagram, onde se lê: "Está tudo bem em não estar bem."

Depois, a atriz homenageou a avó com uma nova publicação de uma imagem, na qual surgem as duas, e com um emotivo poema.

Mafalda Matos revela, ainda, que a última coisa que disse à avó foi "tenho saudades tuas!" e que a abraçou, pela última vez, a 5 de março.

Leia, agora, o poema, na íntegra.

"A minha avó Maria... Quem não tem uma?
A minha era uma alentejana
Com muita graça
Aquela "desgraçada"
E digo isto com carinho
E quem a conhece reconhece
O humor e a sabedoria
Que nos fazia rir noite e dia

Não houve uma única vez...
Que ela não contasse aquela piada
Que na verdade era uma história real
Do moço que era tã bonito tã bonito
Comà côr dos meus...
Enfim.
Era Natal.
Esse dia das filhoses
Que só ela sabia a receita secreta
E rabugenta fazia com que toda a gente na cozinha fizesse como ela queria... Bem depressa!
Ai... Mas depois havia
"Mais uma cabra para as couves"
Sempre que mais um problema vinha,
Era assim que dizia.

A minha avó era bem redondinha
E eu dizia-lhe: "Oh Vó! Parece que estás grávida de um puto de 20 anos!" e ela respondia: "Oh hóme dêcha-me!! Cúmplices.
Tanto. " Eu nunca chegarei a velha! " e tinha razão. Sempre foi uma criança sábia. Que paradoxo tão doce como ela.
Sem papas na língua dizia o que pensava com muita determinação. Um condão para a cozinha... Ai mãe! Caldo Verde? Filhoses? Doce de tomate? Strogonoff de frango? Tá bem, tá.
Ela era pequenina como a sardinha.
Com um sinal nas costas como o da minha mãe. "Uma velha sem brancos. Eu nunca vi... Uma velha de cabelos pretos" diz a minha
Mãe... Era o que minha mãe lhe chamava
E a minha tia
E o meu tio

A matriarca morreu.
A Avó. A Mãe. A Irmã. A Tia.
Dos vivos que cá ficaram.
No entanto do outro lado... Ela é a filha, a neta, a Mulher companheira de quem já partiu.
Vó... A última coisa que te disse foi "tenho saudades tuas!" Ai que merda. Vó! A última vez que te abracei foi dia 5 de Março... Tenho saudades Vó!! Merda!
A minha avó dizia asneiras. A minha avó era a melhor Avó Maria do Mundo!!!!! Amo-te tanto... P. S. Vai apanhar laranjas!!! (era um exercício para ela se mexer... Era o que eu lhe dizia sempre... Sempre que lhe dizia "Adeus")
 

Relacionados