Entrevistas

Maria Cerqueira Gomes: "Se nos anularmos, enquanto mulheres, não vamos ser mães espetaculares"

A apresentadora Maria Cerqueira Gomes aceitou o desafio da SELFIE e respondeu ao nosso quiz relacionado com o Dia da Mãe, que se assinala este domingo, dia 1.

  • 1 mai, 10:00
Redação

Maria Cerqueira Gomes tem dois filhos, Francisca, de 19, e João, de quatro anos, e, neste quiz alusivo ao Dia da Mãe, que se celebra este domingo, dia 1, fez revelações inéditas sobre a maternidade.

O que mudou desde que foi mãe?
Tudo mudou. Já não me lembro da minha vida sem ser mãe. Era muito nova [a apresentadora tinha 19 anos], portanto, mudou tudo. Quando somos verdadeiramente mães, acho que muda, sempre, acho que não há exceções.

Há algum momento que guarde com especial carinho?
Todos os momentos que passo com os meus filhos são especiais. Nós gostamos muito de [estar em] casa, da nossa casa e de estarmos os três e gostamos muito das nossas refeições, dentro ou fora [de casa], de cozinhar... Portanto, há muitos momentos de que nos vamos lembrar, para sempre.

Qual a conversa mais delicada que já teve com os seus filhos?
A conversa mais delicada que tive com eles, provavelmente, foi com a Francisca, quando vim para Lisboa. Foi a conversa mais difícil.

O que costuma fazer, frequentemente, com os seus filhos?
Costumamos almoçar e jantar fora, fazer passeios, vemos muita televisão, brincamos muito, juntos, também. Adoro puzzles, adoro LEGO®...

O que é que gostava muito de fazer com eles, mas ainda não teve a oportunidade?
Ainda não tive a oportunidade de conhecer o mundo com eles. Sinto, sempre, que todas as viagens que faço são extremamente importantes para lhes dar novas e mais experiências.

Defina-se enquanto mãe.
Acho que sou uma mãe carinhosa, exigente, tento, muito, estar sempre presente. E acho que sou, definitivamente, uma "mãe galinha".

As personalidades dos seus filhos são parecidas com a sua?
A personalidade do João é mais parecida comigo do que a da Francisca.

Abdicaria de tudo por eles?
Claro que abdicaria de tudo pelos meus filhos. Sempre! Sendo que tenho uma visão muito clara, em relação a isso: nós não nos podemos anular, enquanto mulheres, para sermos boas mães, tem de haver, aqui, um bom equilíbrio, porque, se estamos anuladas, enquanto mulheres, não vamos, de certeza, ser mães espetaculares, porque estamos tristes.

Como costuma celebrar o Dia da Mãe?
Com a minha mãe e os meus filhos.

Gostava de ter mais filhos ou já não pensa nisso?
Gostava de ter mais filhos, mas não penso nisso.

Relacionados