urlvisit

António Pedro Cerdeira fala sobre a morte da mãe: "Não consigo apagar o número dela do telemóvel"

António Pedro Cerdeira na Selfie
António Pedro Cerdeira na ficção da TVI
Fernanda Serrano e António Pedro Cerdeira vencem o "Sexy Platina"

A mãe de António Pedro Cerdeira morreu em julho do ano passado, mas o ator ainda vive momento de dor.

António Pedro Cerdeira esteve à conversa com Cristina Ferreira e, além dos projetos profissionais, o ator fez algumas confissões.

Entre elas, o ator revelou que, até agora, ainda não conseguiu superar a morte da mãe, que aconteceu em julho do ano passado, vítima de uma leucemia.

"Falávamos duas ou três vezes por dia. Acho que não houve um dia da minha vida em que não tivéssemos falado", contou, antes de revelar que, até hoje, não conseguiu apagar o número dela do telemóvel.

Mas, não é caso único. O ator desvendou que há outras pessoas já falçecidas que contam na lista de contactos: "Nicolau Breyner é uma dessas pessoas, Eduardo Beauté e outra e a minha mãe... São pessoas que tenho no telefone e não consigo apagar. Passo pelos números, fico no 'tiro, não tiro', mas faz sentido estarem ali, talvez um dia tire."

"Achas que ao apagares esses números os iria apagar também da tua vida?", questionou, então, Cristina Ferreira.

"Talvez, é um bocadinho por aí... Para mim, faz sentido estarem ali", afirmou, antes de confidenciar que, por vezes, tem a tentação de lhes ligar: "São hábitos enraizados durante muitos anos."