Afinal, o que mudou no restaurante Adiafa após a visita do "Pesadelo Na Cozinha"?

O restaurante Adiafa, em Santarém, foi o mais recente espaço a receber a visita do chef Ljubomir Stanisic e a Selfie foi testar o que mudou após a passagem pelo "Pesadelo na Cozinha".

  • 24 set 2018, 18:23

Reaberto em 2003, após ter sido destruído por um incêndio, o restaurante Adiafa respira as tradições tauromáquicas da zona raiana e exibe, com orgulho, a história da família, proprietária do espaço. 

Após a passagem do chef Ljubomir Stanisic, nota-se que o ambiente ficou um pouco mais clean, mas que a decoração se manteve fiel às tradições da região, assim como a ementa, confecionada por Adelina Pinheiro, esposa do proprietário Aires.

Contudo, das sugestões do chef, que passavam por sopa de melão, borrego, arroz de tordos ou croquetes de touro bravo pouco parece ter restado, e o casal continua a preferir servir os pratos que, outrora, tornaram o restaurante famoso.

Testámos o tradicional ensopado de borrego que, como anunciou o funcionário, estava "tenrinho e muito saboroso". Prato farto e atenção à satisfação do cliente foram os pontos fortes de um restaurante que, apesar da dimensão do espaço [demasiado grande para tão poucos clientes], não deixa de perder o cariz familiar e acolhedor, fruto da simpatia do proprietário, que vai circulando pelo salão.

Provámos, ainda, o tradicional mangusto, após a insistência do empregado, que nos trouxe num prato de barro, algo semelhante a uma açorda de vegetais. 

Só que, apesar da remodelação feita pela equipa do "Pesadelo Na Cozinha", o Adiafa continua a acusar a passagem dos anos e a ser um local para visitas esporádicas para apreciar as iguarias ribatejanas, pois o espaço não é dos mais confortáveis para convívios prolongados.

Além disso, o restaurante continua a abrir só para almoços e, nem com a romaria de curiosos que, entretanto, começam a visitar o espaço depois da exibição do programa, os proprietários parecem querer alterar o horário de funcionamento. 

 

Relacionados