"Baleia, vagabunda e saloia": irmã de Cristiano Ronaldo é insultada e desabafa

Katia Aveiro na Selfie
Irmã de Cristiano Ronaldo brilha como modelo na Madeira Fashion Week
Irmã de Cristiano Ronaldo já começou a preparar o enxoval da bebé
Katia Aveiro leva Valentina a conhecer a Madeira
Baby shower de Katia Aveiro

No decorrer de inúmeras críticas das quais é alvo com frequência, Katia Aveiro partilhou um desabafo nas redes sociais.

"Tenho recebido algumas mensagens, a algumas respondo, a outras nem por isso, mas fez-me pensar um pouco e refletir, e decidi partilhar [...] um assunto que me causa confusão e até uma certa curiosidade, um dos temas entre outros é: 'Katia por que és tão insultada e criticada em Portugal? Não entendo isso, disse-me uma delas [seguidoras]. Outra disse: 'realmente, não vejo o porque tem tantas pessoas que se incomodam com a tua pessoa, só porque és Irmã do Ronaldo!? Aliás, se incomodam só porque vives bem e à custa dele! Ora porque tu és genuína. Ora porque tu usas Gucci, Chanel e etc, ora porque existes! Outra disse-me: 'Katia, se eu fosse tu, depois de ler os absurdos, sem nexo, eu não sei se não seria uma mulher depressiva ,sem auto estima e completamente desnorteada, com medo de me expôr só por medo da opinião pública...", começou por escrever. 

"Realmente, fez-me pensar um pouco e vou dizer: porquê? O meu nome é Cátia, assim me chama a família e amigos! Sou irmã do Ronaldo (sim, o tal famoso e cheio da guita) que só esse facto (dinheiro) incomoda a muitos invejosos, e tenho culpa até de ser irmã dele, e aos olhos de muitos vivo à custa disso. Realmente, quando ele começou a ganhar muito dinheiro pensei em ‘morrer’, só para não causar inveja aos que se incomodam com isso (ironia tá!?) mas também sou irmã do Hugo, meu querido mano, da Elma, minha riqueza, enfim, resumindo, não sou depressiva, sou confiante, gosto de mim, amo a minha família, tenho amigos de uma vida que me amam, os que privam comigo sentem saudades minhas se não estou, procuram-me só para conversar, só para rirmos, sou de uma energia contagiante (amo o que sou) sei o que sou (modéstia á parte) sou uma pessoa boa, onde passo deixo lembranças boas, e não sou só eu que digo isto, tenho uns primos e primas que me amam e gostam de me falar tantas vezes isso, tenho tanta gente ao meu redor que tem tanto orgulho de mim! Só por eu ser quem sou (a Cátia, a filha da Dolores, a bem disposta, energia boa, amiga, cheia de palavras boas para os seus, a carinhosa e sorriso contagiante, a amiga do seu amigo, a gaja porreira... E por que eu me dei ao trabalho de escrever isto tudo? Me perguntam vocês?", continuou.

"Porque se eu não fosse esta pessoa, eu com certeza era uma pessoa sem auto estima, por conta das críticas constantes (infundadas) que recebo, de gente que não me conhece de lado nenhum... já fui insultada de gorda, baleia, popota, foca, etc, (de gente que não me conhece) De ('botoxada') de gente que não me conhece... De (saloia e sem bom gosto) de gente que não me conhece... De (vagabunda que vive á custa dos outros (no caso meu meu meu irmão, dizem eles) de gente que não me conhece... Enfim, poderia escrever mil coisas, mas vou terminar dizendo que, pena tenho eu de como o mundo e a sociedade está, pena tenho eu das pessoas que não tem amigos como eu, das pessoas que não tem família como eu, pena tenho dos que não têm mãe como eu  pena tenho eu dos que não têm alegria como eu, dos que não têm auto estima como eu, que não têm também carácter como eu, concluiu.