Cristiano Ronaldo perde ação contra jornal que divulgou caso polémico de Mayorga

Cristiano Ronaldo na Selfie
Cristiano Ronaldo já treina o filho mais novo para ser Bola de Ouro
A troca de beijinhos entre Cristiano Ronaldo e a filha que está a enternecer os fãs
Cristiano Ronaldo e Georgina Rodríguez na Selfie

O jornal responsável por ter divulgado as acusações de violação de Kathryn Mayorga, contra Cristiano Ronaldo, foi processado pelo craque e, alegadamente, terá vencido a causa.

A publicação alemã Der Spiegel, o jornal que contou ao mundo a história da alegada violação, revelou, agora, que venceu uma ação interposta pela firma de advogados que representa CR7.

O processo está relacionado com os artigos que o jornal publicou sobre a evasão fiscal de que o craque foi acusado e condenado, em Espanha.

Na altura, o Tribunal Regional de Hamburgo proibiu a publicação de conteúdos, que encontrou ao abrigo do Footbal Leaks, acerca dos alegados crimes fiscais de Cristiano Ronaldo, e outras estrelas o futebol.

Entretanto, os advogados de CR7 decidiram retirar a acusação ao jornal Der Spiegel, o que leva a que a publicação alemã possa publicar os conteúdos que entender.

Recorde-se que o namorado de Georgina Rodríguez deu-se como culpado de quatro crimes de fraude fiscal, e acordou pagar uma multa de 18,8 milhões de euros (sendo que já tinha liquidado a multa imposta pelo Fisco de 13,4 milhões de euros, em agosto de 2018). Este era o acordo que o advogado do craque pretendia, de forma a livrar Cristiano Ronaldo de uma pena de prisão suspensa de dois anos.