Rodrigo Guedes de Carvalho despede-se dos telespetadores com mensagem emotiva

Em plena pandemia, Rodrigo Guedes de Carvalho tem vindo a aproveitar o tempo de antena para refletir sobre o momento difícil que o país atravessa, inspirando os telespetadores.

No fim do "Jornal da Noite",  o pivô da SIC, de 56 anos, tem protagonizado momentos virais, com mensagens marcantes. Desta vez, Rodrigo Guedes de Carvalho, ao preparar-se para cumprir dias de quarentena, despedindo-se, assim, dos portugueses, deixou uma mensagem especial sobre a "saudade".

“E de repente, sentimos o peso da palavra portuguesa que não tem tradução em nenhuma língua. Isolados, escondidos dos que amamos, para não lhes fazermos mal, é de saudade que nos vamos sofrendo. Aprendemos da forma mais emotiva a força da mais portuguesa palavra que sentimos por cá. E hoje, como nunca, os portugueses espalhados pelo mundo encerrados nos países para onde foram trabalhar. Com o choque deste embate, confortamo-nos, dizemos que vai passar e vai, ou que vamos todos ficar bem...Isso é que não será para todos", expressou.

"Já há famílias de luto, ou em dificuldades económicas e saúde mental em baixo mas vai passar, como nos ensina a história. Por agora, temos esperança em quem sempre fez o que só agora aplaudimos", sublinhou.

No final do discuros, o jornalista fez questão de assinalar o trabalho contínuo dos profissionais de saúde, ainda andes de uma pandemia assolar o mundo: "Antes, durante e depois do vírus há outras doenças e acidentes e sim, felizmente, também nascem crianças e pessoas ficam curadas. Os profissionais de saúde não trabalham para nos salvar só agora e tantos outros, inúmeros sectores da sociedade, essa rede forte que produz e se movimenta e a quem devemos o nosso conforto habitual. Nós é que não estávamos tão atentos, nem no país, nem no mundo".

Assista, agora, ao momento, abaixo.