Sara Prata sobre João Catarré: "És uma pessoa única"

Sara Prata sobre João Catarré: "Trabalhar com ele é das coisas mais fáceis"
João Catarré: "As cenas de artes marciais estão a dar muito gozo... e dores de corpo"
João Catarré sobre Sara Prata: "Há uma grande ligação profissional e estamos no mesmo caminho"
Sara Prata sobre "Jogo Duplo": "Estamos 'babados' com o elenco"
Sara Prata e João Catarré apaixonados em "Jogo Duplo"
Sara Prata e João Catarré em cena romântica
Sara Prata e João Catarré a caminho de Macau!
Sara Prata e João Catarré em Macau

Terminadas as gravações de "Jogo Duplo", Sara Prata decidiu fazer um balanço sobre o projeto.

A atriz disse adeus à sua Margarida Barbosa, com um texto emotivo, partilhado nas redes sociais.

"‘Jogo Duplo’ foi dos projetos mais especiais que já tive. A Margarida, custa dizer, agora que já não há mais história, quando tudo acaba, nós atores temos o condão de guardar personagens especiais em caixas especiais. Esta vai ficar bem guardada, cheia de memórias fortes. Custa terminar. Isto porque, desde a escrita, aos diretores (atores, produção e projeto) que comandaram de uma forma mestra, aos técnicos que todos os dias estão ali a construir connosco, cansados, mas estivemos juntos, aos atores que chamo de amigos, de conselheiros, de companheiros, tudo foi mesmo especial. Tanto que muitas vezes esqueci de partilhar com vocês o nosso dia a dia, porque estava ali", começou por escrever Sara Prata.

A atriz fez, ainda, um agradecimento especial ao ator João Catarré, com quem fez par romântico: "Ficava a faltar o obrigada e o foste gigante neste Jogo. Por tudo o que a história foi, por tudo o que fizeste dela, e principalmente por todas as horas que me aturaste, és gigante. Foste mesmo meu companheiro, foi bom trabalhar contigo, porque tu és uma pessoa única. Todos dizemos o mesmo, então, é porque deves ser sim. Obrigada. Estou com um nó na garganta gigante. Não tenho jeito para isto... bye bye João."

Acompanhe o site da novela AQUI

 

Demorei muitas horas para escrever algo e se calhar nem vou ser capaz, e talvez nem tenha de dizer muita coisa. Jogo Duplo foi dos projectos mais especiais que já tive. A Margarida, custa dizer, agora que já não há mais história, quando tudo acaba, nós actores temos o condão de guardar personagens especiais em caixas especiais. Esta vai ficar bem guardada, cheia de memórias fortes. Custa terminar. Isto porque, desde a escrita, aos directores ( actores, produção e projecto) que comandaram de uma forma mestra, aos técnicos que todos os dias estão ali a construir connosco, cansados, mas estivemos juntos, aos actores que chamo de amigos, de conselheiros, de companheiros, tudo foi mesmo especial. Tanto que muitas vezes esqueci de partilhar com vocês o nosso dia a dia,porque estava ali! E Catarre! Ficava a faltar o obrigada e o foste gigante neste Jogo. Por tudo o que a história foi, por tudo o que fizeste dela, e principalmente por todas as horas que me aturaste, és gigante. Foste mesmo meu companheiro, foi bom trabalhar contigo, porque tu és uma pessoa única. Todos dizemos o mesmo então é porque deves ser sim. Obrigada. Estou com um nó na garganta gigante. Não tenho jeito para isto... bye bye •João! #jogoduplo @tvioficial

A post shared by Sara Prata (@_saraprata_) on