Internacional

Marcelo Rebelo de Sousa presta homenagem a Jô Soares: "Não saiu dos nossos corações"

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, endereçou "sinceras condolências" à família do humorista brasileiro Jô Soares, que morreu esta sexta-feira, dia 5, aos 84 anos, recordando que "fez rir e pensar durante anos", com os seus "sketches famosos".

Com Lusa
Marcelo Rebelo de Sousa e Jô Soares
Marcelo Rebelo de Sousa e Jô Soares

"Os seus sketches ficaram famosos, algumas expressões entraram mesmo na linguagem corrente, fez-nos rir e pensar, durante anos. Um grande obrigado a Jô Soares, que, esta sexta-feira, saiu de cena, mas não dos nossos corações, nem das nossas memórias", escreveu Marcelo Rebelo de Sousa, numa nota de condolências, divulgada na página oficial da Presidência da República e citada pela agência Lusa.

O Presidente português apresentou "sinceras condolências" à família e aos amigos do escritor brasileiro, na nota "Adeus, Jô Soares".

Jô Soares, que Portugal descobriu no programa "Viva o Gordo!", em 1981, morreu em São Paulo, Brasil, aos 84 anos, informou a respetiva ex-mulher Flavia Pedras, através de uma publicação na rede Instagram.

Relacionados