Kate Middleton ao lado do irmão na luta contra a depressão

Igor Pires
James Middleton na Selfie
O beijo na boca de Kate Middleton e Meghan Markle que está a dar que falar
Kate Middleton e príncipe William visitam o Aga Khan Centre, em Londres
James Middleton dedica-se à apicultura
Príncipe William e Kate Middleton batizam navio polar RRS Sir David Attenborough

Foi o próprio James Middleton, irmão de Kate Middleton, quem contou como foi importante o papel da duquesa de Cambridge na luta contra a depressão.

Numa entrevista ao site da publicação Daily Telegraph, James Middleton, de 32 anos, contou que há 18 meses, quando se encontrava num quadro de depressão, recorreu a sessões de terapia com a família, inclusive com a irmã, Kate Middleton.

"Todos eles marcaram presença nessas sessões. Não necessariamente ao mesmo tempo, mas individualmente e juntos. E isso foi muito importante, porque ajudou-os a perceber-me a mim e à forma como a minha mente estava a funcionar. Acho que a forma como a terapia me ajudou é que eu não precisava de a minha família a dizer, 'o que podemos fazer?'. A única coisa que poderiam fazer era virem a algumas sessões para começarem a entender", explicou James Middleton, citado pelo site "HELLO!".

Recorde-se que o irmão da duquesa de Cambridge já abordou abertamente a luta contra a depressão. Numa carta dirigida ao jornal inglês "Daily Mail", no começo deste ano, James Middleton enumerou os momentos menos positivos que passou devido a este problema de saúde silencioso.

"Durante o dia, arrasto-me e vou trabalhar, depois fico com um olhar vazio defronte do ecrã do meu computador, desejoso que as horas passem para que possa guiar de regresso outra vez a casa", recordou o cunhado do príncipe William, que continuou: "Inércia deliberada afecta-me. Não consigo responder à mais simples mensagem por isso não abro os meus emails".

Felizmente, este problema está ultrapassado e James Middleton até está noivo da francesa Alizee Thevenet.