No Instagram

Morreu o "guru da moda" André Leon Talley

O ex-diretor criativo e editor-geral da Vogue, Andre Leon Talley, morreu aos 73 anos.

André Leon Talley,  primeiro director criativo negro da Vogue e conhecido como "guru da moda", morreu aos 73 anos, de acordo com um comunicado divulgado na conta oficial do Instagram do jornalista.

"É com grande tristeza que anunciamos o falecimento de André Leon Talley, a 18 de janeiro de 2022, em Nova York. Mr. Talley foi maior do que a vida, diretor criativo de longa data da Vogue durante a sua ascensão ao domínio como a bíblia da moda mundial. Nas últimas cinco décadas, como ícone internacional, foi confidente próximo de Yves Saint Laurent, Karl Lagerfeld, Paloma Picasso, Diane von Furstenberg, Bethann Hardison, Manolo Blahnik e tinha uma propensão para descobrir, nutrir e celebrar jovens designers", pode ler-se no comunicado.

"A sua assinatura apareceu na Vanity Fair, HG, Interview, Ebony e Women's Wear Daily e foi o editor de Numero Russia. O Sr. Talley escreveu vários livros, incluindo "Valentino", "A.L.T.: A Memoir", "A.L.T. 365+" e "Little Black Dress for Assouline", e contribuiu para "Valentino: At the Emperor's Table e Cartier Panthère". Foi o tema do documentário "O Evangelho Segundo André" e o seu recente livro de memórias, "The Chiffon Trenches", tornou-se um Best Seller do New York Times. Em 2014, foi nomeado diretor artístico da Zappos Couture e faz parte do Conselho de Curadores da Savannah College of Art and Design desde 2000. O Sr. Talley foi premiado com o Chevalier de l'Ordre des Arts et des Lettres da república francesa em 2020 e recebeu o prémio do governador da Carolina do Norte para a Literatura em 2021. Ele era um membro de longa data da Igreja Batista Abissínia do Harlem", remata a publicação.

De acordo com o antigo editor da Vanity Fair, Graydon Carter, André Leon Talley morreu depois de ter sofrido um ataque cardíaco.

Relacionados