urlvisit

Morreu Larama, concorrente de "A Quinta"

Larama na SELFIE
Perfil do Convidado Larama

Luís Andrade Lara, conhecido como Larama, terá morrido na manhã desta segunda-feira, 16 de novembro, confirmou à SELFIE Adilson Garcia, Diretor de Relações Públicas, da Multichoice Angola.

Larama, um dos mais mediáticos concorrentes do reality show "A Quinta", da TVI, morreu esta segunda-feira, 16 de novembro.

A causa da morte de Larama, de 42 anos, não foi revelada. O angolano foi encontrado em casa, sem vida, por um primo, que à Rádio Luanda contou que Larama sofria de "dores no estômago".

Recorde-se que, em 2016, Larama participou no reality show "A Quinta", na TVI, depois de, em 2014, ter vencido, em Angola, o "Big Brother".

Entretanto, algumas figuras públicas já reagiram à notícia da morte de Larama, em declarações à SELFIE e em publicações nas redes sociais.

Teresa Guilherme, apresentadora, nas redes sociais - "Recebi a triste notícia da morte do Larama. Polémico, mas divertido, foi um concorrente marcante da 'Quinta'. Que descanse em paz e um beijo grande para a família e amigos."

Dicla Burity, apresentadora do "Big Brother Angola", à SELFIE - "O nosso recordista de votos, 'ganhador' internacional da 'realidade' em shows, hiper carismático - apesar de nada consensual pela sua personalidade
super forte -, homem muito inteligente, altamente espontâneo, um artista único... Oh, Larama... Vou guardar-te na memória aplaudido como um vencedor. O homem do adeus."

Magda Burity, ex-Diretora de Conteúdos do "Big Brother Angola", à SELFIE - "O Larama veio mudar a forma de se assistir televisão em Angola, com a sua personalidade e forma de estar. O 'Big Brother' é um formato vencedor, que não pertence a um país e sim à Humanidade e, por isso, ele ganhou a primeira edição, em Angola, e tornou-se um herói do povo, em 2014. Para além disso, foi a bandeira de muitos angolanos ao atravessar o Atlântico e participar no programa 'A Quinta', em Portugal. Os angolanos são o povo, e esse sonho e esse espelho o Larama deixou marcado para todos nós."

Adilson Garcia, Diretor de Relações Públicas da Multichoice Angola, à SELFIE - "É realmente uma notícia muito triste, porque estive envolvido no processo da seleção de candidatos do 'Big Brother'. Pareceu sempre uma pessoa pouco interessada na fama, mas vimos nele qualidade ligadas à área do entretenimento e viria a ser um sucesso. Feliz coincidência, ele venceu e tornou-se uma figura incortornável do entretimento angolano! Foi o catalisador do sucesso do programa na época. A nível pessoal, criámos uma relação de grande cumplicidade. Era uma figura muito carismática e inteligente, mas a imagem pública escondia uma pessoa muito boa e solidária, o que fez com que, algumas vezes, fosse incompreendido."

Tânia Burity, atriz e modelo, à SELFIE - "O Larama era um bebé grande. Uma pessoa que ainda tinha a pureza da inocência, da autenticidade. Foi muito importante ter estado no primeiro 'Big Brother', onde o conheci. Quase recordo os momentos em que o abraçava e o momento em que o ensinei a dar um 'beijo técnico', durante o workshop que fiz dentro da casa. Perdemos mais uma alma... uma pessoa que passou por encontros e desencontros nela própria. Lembro-se sempre dele como uma pessoa especial, muito especial. Vão-se os heróis e ficam as obras... Vamos ter muitas saudades. Estou triste. Oh, Larama ! Sinto muito, sinto muito, já não podemos brincar."

Cristiana Dionísio, ex-concorrente de "A Quinta: O Desafio", nas redes sociais - "É com uma enorme tristeza que recebo esta notícia. Um amigo com quem tive o privilégio de viver uma experiência no programa 'A Quinta: O Desafio', uma pessoa com quem passei momentos divertidos e que ficaram para sempre guardados na memória. Meu querido amigo Larama, que a tua alminha descanse em paz."