urlvisit

Nicolas Sarkozy condenado a três anos de prisão: saiba porquê!

com Lusa

O ex-presidente francês Nicolas Sarkozy foi condenado a três anos de prisão por corrupção e tráfico de influências, tornando-se o segundo Chefe de Estado condenado em França, após Jacques Chirac, em 2011.

Nicolas Sarkozy conheceu, esta segunda-feira, dia 1, a sentença que o condenou a três anos de prisão por corrupção e tráfico de influências.

O ex-presidente francês foi condenado a um ano de prisão efetiva e dois anos com pena suspensa.

Nicolas Sarkozy, que esteve presente na audiência, não irá, no entanto, para a prisão, já que o tribunal o autorizou a ficar detido, em casa, com uma pulseira eletrónica.

O político de 66 anos, que foi Presidente da República de França de 2007 a 2012, foi condenado por, em 2014, ter tentado, ilegalmente, obter informações de um magistrado sobre uma ação judicial em que estava envolvido.

Recorde-se que o marido da antiga modelo Carla Bruni esteve envolvido em outra polémica, depois de ter sido vacinado contra a Covid-19, em janeiro, numa altura em que a vacina só estava disponível para maiores de 75 anos ou doentes de risco. Nicolas Sarkozy terá apresentado uma receita para ser vacinado enquanto doente de risco, com o médico a alegar o direito à privacidade, para não revelar pormenores sobre a alegada doença do ex-presidente.