urlvisit

FKA Twigs sobre relação de "duros abusos" com Shia LaBeouf: "É um milagre que tenha saído viva"

A cantora FKA Twigs falou sobre a polémica relação que manteve com Shia LaBeouf e que terminou com um processo em tribunal.

Numa entrevista à revista Elle, FKA Twigs falou abertamente sobre as acusações que fez contra Shia LaBeouf, em dezembro de 2020 e que deram origem a um processo judicial por agressão sexual e maus tratos psicológicos.

"É um milagre que tenha saído viva", afirmou a cantora britânica, de 33 anos, referindo-se à relação que manteve com o ator entre 2018 e 2019.

FKA Twigs disse, também, que foi vítima de "duros abusos" e revelou que foi diagnosticada com uma doença sexual transmitida pelo ator.

A cantora relatou, ainda, situações em que Shia LaBeouf, de 34 anos, a obrigava a dormir nua e que a forçava a ver documentários sobre crimes violentos praticados contra mulheres.

"Fiquei muito intimidada por viver com ele. Ele tinha uma arma ao lado da cama e era imprevisível. Nunca sabia o que o iria fazer zangar-se", recordou a cantora, relatando os momentos de desespero que viveu: "Pensava para mim mesma: 'Se ele me matar, e se houver algum tipo de investigação, eles vão juntar as peças, preciso de deixar pistas'."

A cantora descreveu, também, os momentos de medo que viveu, ao ver o, então, namorado a disparar sobre cães de rua: "Dizia que isso o ajudava a 'entrar na personagem'."

Outro dos relatos de FKA Twigs remonta ao Dia dos Namorados, em 2019, quando Shia LaBeouf conduziu o carro em que o casal seguia, de forma descontrolada, e ameaçou despistar-se propositadamente se a cantora não dissesse que o amava. Quando conseguiu que o ator parasse o carro numa estação de serviço, saindo da viatura, FKA Twigs terá sido agredida e obrigada a voltar a entrar no automóvel.

"As pessoas não acreditariam que pudesse acontecer a alguém como eu, [mas aconteceu]", afirmou FKA Twigs.