Fernando Rocha revela dura luta contra o coronavírus: "A recuperação não é nada fácil"

Fernando Rocha na SELFIE
Fernando Rocha conta anedota e deixa Goucha a rir
Fernando Rocha: «Não saiam de casa, pela vossa saúde»
Fernando Rocha anima a manhã com anedota sobre sogras
Fernando Rocha conta anedota do seu espetáculo em direto

O humorista Fernando Rocha desabafou com os seguidores como tem sido a recuperação do Covid-19.

Foi na sexta-feira, dia 27 de março, que Fernando Rocha revelou, através do Instagram, que está infetado com coronavírus. "No dia 9 [de março], estive em Paris, no dia 10, fui para os Estados Unidos da América, no dia 14, regressei para Portugal e meti-me em isolamento. Fiz quarentena voluntária. Resultado: mesmo assim, todos os cuidados que eu tive, e respeitei todas as regras impostas pelo nosso Governo e pelo Sistema Nacional de Saúde, foram poucos. Hoje, recebi o resultado e eu estou com Covid-19. O teste deu positivo", afirmou o humorista, de 44 anos.

Entretanto, na terça-feira, dia 31, Fernando Rocha contou como está a ser a luta contra o coronavírus. "Estou no meu nono dia e posso-vos dizer que a recuperação não é nada fácil", começou por afirmar.

Nos quarto, quinto e sexto dias, o humorista esteve "20 horas a dormir", apenas levantando-se da cama para "ir à casa de banho". "Não conseguia comer nada, vomitava o que não tinha no estômago.Sofri muito na recuperação, não foi nada fácil. No sétimo e oitavo dia, a coisa começou a ser melhor. Estou agora no nono dia e estou 99 por cento melhor do que aquilo que tive", acrescenta Fernando Rocha.

O nortenho não quis terminar o vídeo sem agradecer ao Serviço Nacional de Saúde (SNS): "Vocês têm sido exemplares. Têm sido a esperança de uma nação, muito obrigado a todos vocês. Estou muito orgulhoso pelos nossos governantes. […] Estamos todos de mãos dadas, virados para o mesmo lado e isso é um motivo de orgulho. Estamos a ser observados na Europa e no mundo, comentam que somos um grande exemplo de sociedade, portanto mantenham-se em casa. Protejam, acima de tudo, os mais velhos, que fizeram tanto por nós".

"Tenho orgulho em ser português, viva Portugal!", termina.

Veja, agora, o vídeo do testemunho de Fernando Rocha.