urlvisit

Sónia Tavares revoltada com morte: "O ser humano é a representação do Mal"

Sónia Tavares, vocalista dos The Gift, na Selfie
Sónia Tavares: «É uma vergonha, fiquem em casa!»
Sónia Tavares em «Família Addams»

A cantora Sónia Tavares partilhou um desabafo, a propósito do caso de uma elefante grávida que morreu, após ter comido um abacaxi com cartuxos de fogo de artifício.

No Instagram, na sexta-feira, dia 5 de junho, Sónia Tavares não escondeu a sua indignação, perante um caso de crueldade com animais: uma elefante grávida faleceu, após ter comido um ananás com cartuchos de fogo de artifício. Tudo aconteceu na Índia, no passado mês de maio. 

Segundo a Sky News, que cita um porta-voz do Kerala Forest Department, os agricultores costumam colocar fogo de artifício no interior dos alimentos e plantam nos campos para afastar os javalis. 

"Brancos, pretos, amarelos, vermelhos, cristãos, Índus, muçulmanos... Há sempre um elo que nos une. Algo que nos distingue largamente do resto do reino animal: o 'cromossoma filho da p****'", começa por desabafar a cantora, de 43 anos.

"Uns têm, outros não, felizmente, ou infelizmente, que assim já nos tínhamos morto todos uns aos outros e dávamos espaço à mãe natureza para cuidar de quem realmente merece. Somos uma vergonha. O ser humano trouxe a maldade ao mundo. O ser humano é a representação do Mal na terra", escreveu, ainda, Sónia Tavares.

Veja, agora, algumas das melhores imagens de Sónia Tavares, na galeria de fotografias que preparámos para si.