urlvisit

"A lutar pela vida com unhas e dentes", Isaura faz desabafo: "Não custa ser cívico"

A cantora Isaura reagiu à enchente de jovens em Lisboa, na sexta-feira à noite.

Tal como outras figuras públicas, Isaura mostrou-se indignada com um dos assuntos de sábado, dia 14 de março: apesar das recomendações, a noite do Cais do Sodré esteve cheia na sexta-feira, com muitos jovens que ignoraram os conselhos de contenção do coronavírus.

"Não vos consigo explicar o que sente quando se está a lutar pela vida com unhas e dentes e se vê determinados comportamentos com os quais temos de coexistir em impotência. [...] Estamos a viver um momento difícil e é difícil para todos e cada um lida com as coisas à sua maneira; mas não podia deixar de vos vir lembrar que pacientes oncológicos (com o sistema imunitário altamente comprometido), pessoas com doenças cardiovasculares e pessoas com doenças do foro respiratório - para além de todos aqueles que estão numa faixa etária avançada e ou que possam ter outras complicações que não referi - devem ter vomitado um bocadinho quando viram as fotografias do Cais do Sodré de ontem à noite [6ª feira, dia 13]", começou por desabafar a cantora, de 30 anos, na legenda de uma imagem na qual surge sem cabelo. Recorde-se que Isaura luta, neste momento, contra um cancro da mama.

A compositora de "Jardim" apelou, também, ao civismo e ao espírito fraterno: "Não custa assim tanto ser cívico e um bocadinho fraternal; e se mesmo assim isso for demasiado sejam só egoístas e protejam-se a vocês mesmos porque infelizmente não há garantias absolutas de como o vosso organismo vai reagir a este coronavírus. [...] O importante é estar toda a gente em casa. Não é assim tão difícil".

Veja, agora, a imagem na galeria de fotografias que criámos para si.