No Instagram

Cão de Maria João Costa foi "brutalmente atacado" e autora faz denúncia

A autora Maria João Costa tem atualizado os seguidores sobre o estado de saúde do pequeno Limão.

Esta tem sido uma semana difícil para Maria João Costa. A autora de sucessos da TVI, como a novela "Ouro Verde", recorreu ao Instagram para contar que o seu cão, o pequeno Limão, foi "brutalmente atacado" por um Dogue Alemão. 

"Os dois cães estavam presos: tanto o que atacou, como o meu Limão. Julgava-nos sozinhos no jardim. Afinal não: estava escuro e atrás de uma moita estava uma senhora com uns cinquenta anos com este gigante [o Dogue Alemão] mais um Jack Russel pela mão. Ao ver os meus cães, o gigante quis brincar?/atacar e logo percebi que a senhora que o levava não tinha força para o segurar. Num passe de mágica, ele agarrou o Limão, levantando-o na boca e apertando-o, ante o meu olhar de impotência. Ao perceber que nada podia fazer por ele, quis garantir que as minhas duas cadelas ficavam em segurança", começou por recordar Maria João Costa, num texto partilhado na terça-feira, dia 18, no Instagram.

"Quando percebi, o gigante tinha soltado o Limão, que ainda cambaleava atordoado. Só tive tempo de dizer à senhora como é que não tinha um açaime num cão daqueles e ela reclamou, dizendo que o cão estava preso. O Limão também estava preso. Mas hoje foi um mau dia para ele. Automaticamente vi a sua camisola cobrir-se de sangue. E nem pensei duas vezes: esqueci a mulher, peguei nele e logo o meu casaco se cobriu de sangue também", acrescentou a autora de uma das próximas novelas da TVI, "Amar Demais". De seguida, Maria João Costa dirigiu-se a um hospital veterinário, enquanto o seu "amigo de quatro patas" agonizava, com dores.

A escritora acusa a responsável pelo outro animal de não ter prestado auxílio: "Esta senhora não só achou que o cão dela não fez nada de mais, como se recusou a prestar-me auxílio, como nem sequer quis o meu contacto para ao menos saber se o meu cão sobrevivia".

Entretanto, nos últimos dias, Maria João Costa tem atualizado os seguidores sobre o estado de saúde de Limão, que ainda se encontra a recuperar, e no sábado, dia 22, publicou um novo desabafo, no qual se mostra indignada com a atitude da dona do Dogue Alemão: "A proprietária do animal foi encontrada, mas a sua única preocupação foi que eu não apresentasse queixa contra o seu cão (o agressor, o Dogue Alemao). A jovem não visitou o Limão, nem manifestou nisso qualquer interesse, e perguntou-me ontem, pela primeira vez, como é que ele estava; os seus pais, com quem vive, supostamente informados, também não me procuraram. Quis falar com eles para me assegurar que iam ter cuidado com o seu cão, mas a jovem recusou-se, dizendo que já estavam informados. Além disso, não me deu o contacto da pessoa que passeava o cão quando se deu o incidente, apesar de lho ter pedido mais do que uma vez, e não me perguntou sequer se eu precisava de alguma ajuda por causa do Limão".

"Eu não pedi essa ajuda sequer, felizmente não preciso, mas se um cão meu tivesse agredido outro, eu seria a primeira a responsabilizar-me por todas as despesas médicas. Aqui ninguém se lembrou disso, sequer. Eu não ter falado nisso, não invalida que o tivessem feito se fossem gente decente. Até porque não consigo deixar de pensar que se, ao contrário de mim, isto tivesse acontecido a uma pessoa sem possibilidades de internar o animal e fazer-lhe uma cirurgia, e nós sabemos que são muitas as pessoas que adoram os seus animais e não têm como suportar as despesas de um internamento, o cão teria morrido naquela noite. Eles não sabiam quem eu era, nem se podia suportar o custo", continuou.

Veja, agora, as imagens da recuperação do pequeno Limão, na galeria de fotografias que preparámos para si. 

Relacionados