José Carlos Malato acusa a mãe de ter cortado relações com ele... por ser gay

José Carlos Malato na Selfie

A sofrer com o afastamento da progenitora, o apresentador decidiu quebrar o silêncio, nas redes sociais.

Depois de ter perdido o pai, vítima de cancro, em maio, e de ter terminado, há apenas duas semanas, o namoro com João Caçador, o apresentador enfrenta mais um drama.

Num texto carregado de emoção, José Carlos Malato revelou que a mãe cortou relações com ele por este ser homossexual e culpou as Testemunhas de Jeová.

"Perdi o meu pai há cinco meses, em circunstâncias trágicas. Como se não bastasse, temo ter perdido, também, a minha mãe, neste tempo que passou. Sou desassociado há mais de 30 anos das Testemunhas de Jeová e, por essa razão, a minha mãe foi proibida/proibiu-se (?) de privar comigo e com a minha irmã, vir a nossa casa, tirar fotografias, andar conosco na rua. Porque somos desassociados desta organização fundamentalista e radical e, eu, porque sou gay. Na qualidade de órfão de pai e mãe, estou disponível para adoção! Quem precisar do carinho de um filho amoroso, exemplar, com as minhas características, candidate-se! Como diz Tom Veloso, ‘todo o homem, precisa de uma mãe!’", escreveu José Carlos Malato, desolado, num texto que está a chocar os fãs.