urlvisit

Tiago Rufino e Luan Tiófilo comentam polémica com Hélder, no "Big Brother"

Redação
Tiago e Luan reagem à polémica do Big Brother
Luan Tiófilo e Tiago Rufino mostram a casa: "É pequenina, mas é o nosso ninho do amor"
Luan e Tiago Rufino na Selfie
"Casa dos Segredos": Luan Tiófilo submete-se a cirurgia estética e mostra o resultado
Luan Tiófilo e Tiago Rufino trocam beijos em destino romântico

Tiago Rufino e Luan Tiófilo estiveram à conversa com Fátima Lopes, no programa "A Tarde É Sua", sobre o tema da homofobia, que tem estado na ordem do dia, graças ao "Big Brother".

"Prefiro ser mulherengo a...", afirmou Hélder, olhando na direção de Edmar e referindo-se à orientação sexual do ex-concorrente.

Luan Tiófilo fez questão de comentar esta atitude que foi considerada homofóbica pelo "Big Brother" e que valeu uma nomeação direta a Hélder.

"O olhar que ele teve perante o Edmar... acho que ninguém de nós, como comunidade, quer ser visto e olhado daquela forma. Acho que foi um bocadinho triste a forma como ele se expressou", afirmou Luan Tiófilo, sublinhando que ser mulherengo não deveria ser motivo de orgulho.

Já Tiago Rufino acrescentou: "Nós estivemos num programa parecido com o 'Big Brother' e achávamos que as coisas tinham, se calhar, mudado, porque, felizmente, nós não costumamos receber insultos, na rua ou nas redes sociais. Mas, agora, com esta situação, percebemos que ainda há muita gente a pensar como o Hélder. Ele teve comportamentos.. homofóbicos, se calhar, é exagerado, mas preconceituosos, certamente."

"As pessoas dizem que não foi nada de grave, mas são estas coisas que vão ficar implantadas na cabeça do público. Percebemos que há muita gente a pensar como ele. Fartei-me de ver comentários a dizer: 'Estão a julgá-lo, estão a ser exagerados, querem impor... Nós temos liberdade, temos direito à nossa opinião'. Mas o direito à opinião não é ofender. As pessoas têm de perceber o que é opinião e o que pode ser ofensa", sublinhou Tiago Rufino.