Betclic Mano a Mano

Gilmário Vemba esclarece sequestro em Angola: "O pior não aconteceu"

A SELFIE marcou presença na apresentação de "Betclic Mano a Mano", o novo formato da TVI, e esteve à conversa com o apresentador Gilmário Vemba, que, recentemente, foi vítima de um sequestro em Angola.

  • 11 abr, 08:49
Redação

Gilmário Vemba foi escolhido para ser um dos apresentadores do novo programa da TVI, "Betclic Mano a Mano". Orgulhoso, está expectante e considera que o formato vai "mexer com o público português".

"No roast, existe uma figura central. Aqui, são duas pessoas, muito ou pouco conhecidas, que vão entrar em choque. Os convidados serão uma surpresa para os portugueses", confessou Gilmário Vemba, que não dispensou a opinião da mãe, antes de aceitar este novo desafio.

Para o humorista, é muita "responsabilidade" apresentar um programa ao lado de Ana Garcia Martins, mais conhecida como a "A Pipoca Mais Doce": "É uma honra e tenho aprendido muito!"

Gilmário Vemba garantiu, ainda, que podemos esperar muitos insultos neste novo formato. "Os insultos podem vir dos jurados, dos apresentadores, de todo o lado. O programa é feito, do início ao fim, de insultos", concluiu.

Em conversa com a SELFIE, o humorista recordou, ainda, o episódio recente em foi raptado em Angola: "Foi um assalto mais elaborado. Com a pandemia já estávamos em crise em Angola e, quando existe crise, aumenta a criminalidade. Foi um assalto, já está tudo esclarecido, e o pior não aconteceu", contou.

Relacionados