Cansada dos ataques à "magreza excessiva", Laura Figueiredo responde à letra

Magreza de Laura Figueiredo deixa fãs em choque
Laura Figueiredo na Selfie
As imagens mais ternurentas de Laura Figueiredo com a filha, Beatriz

Depois de inúmeras críticas e comentários relativos à "magreza excessiva", Laura Figueiredo decidiu responder aos ataques.

Nas redes sociais, a última publicação da namorada de Michael Carreira voltou a ser objeto de vários comentários depreciativos, tais como: "Demasiado magra", "Um pouco mais de carninha não ficava nada mal"; "Parece mais um esqueleto andante", entre outros. Face às críticas, Laura Figueiredo decidiu responder a algumas destes internautas.

No decorrer dos comentários à publicação, Laura Figueiredo escreveu: "É tempo das pessoas perceberem que ser engraçadinho a dizer tá magra ou gorda pode ter consequências graves na vida de outro ser humano".

"Não me afecta a mim querida, mas quantas mulheres têm ainda que sofrer por comentários destes? Por cada 10 que não se deixa abalar existe uma que sofre profundamente com isso", lê-se, mais à frente.

A namorada de  Mickael Carreira chegou, ainda, a dizer: "Não são só mulheres... mas sim muitas vezes as mulheres dizem que não gostam de ser objetos e as mesmas dizem coisas como “temos que ter carne para os homens agarrarem."

Já não é a primeira vez que Laura Figueiredo - a propósito das diversas fotografias, nas quais deixa evidenciar o corpo - recebe inúmeros comentários sobre a "magreza em excesso". Ainda assim, muitos foram aqueles que fizeram questão de sair em sua defesa.

Recorde-se que Laura Figueiredo é mãe de Beatriz, de um ano, fruto da relação com o cantor.