Emocionado, Cifrão recorda Angélico Vieira: "Sei segredos dele que nunca vou contar a ninguém"

Veja como estão os atores de "Morangos Com Açúcar"
Cifrão apresenta o vídeo mais arrojado de sempre da Online Dance Company
Cifrão faz e Noua Wong na Selfie
Reunido elenco da terceira temporada "Morangos Com Açúcar"

Na rubrica "Cala-te Boca", da MegaHits, Cifrão recordou Angélico Vieira e falou sobre a amizade que unia os dois amigos dos D'ZRT.

Em conversa com Rui Maria Pêgo, Conguito e Maria Correia, o bailarino falou sobre a época em que participou na série juvenil "Morangos com Açúcar, da qual nasceu a banda de sucesso D'ZRT, formada por Angélico Vieira,  Paulo Vintém, Vítor Fonseca e Edmundo Vieira. No decorrer do desafio, Cifrão acabou mesmo por se comover, ao recordar Angélico Vieira. 

"Qual foi o preço mais alto que pagaste por ter feito parte dos D'ZRT?", questionou Rui Maria Pêgo. O músico, prontamente, respondeu: "Quando nós surgimos, o preço mais alto que pagámos foi o preconceito, por sermos uma banda de uma série."

Mais à frente, Cifrão chegou mesmo a dizer que, se abordasse a questão de uma forma mais "intensa", o preço mais alto que pagou foi, sem dúvida, o de "perder um irmão": "O facto de teres feito parte uma banda que perdeu uma pessoa importantíssima para muita gente, e para mim, esse foi o preço supremo."

"Ele era uma pessoa muito inteligente, muito trabalhadora, muito especial [...] Sei segredos dele e ele sabia segredos meus que eu nunca vou contar a ninguém”, acrescentou, com a voz embargada. 

Quando Rui Pedro procurou saber se era uma perda que se superava, Cifrão respondeu: “Nunca superas nenhuma perda, vais sempre ter saudades. Tenho momentos em que penso que era muito louco ligar-lhe. Eu ainda tenho o número dele no meu telefone, não o vou apagar.”