Atriz Felicity Huffman, de "Donas de Casa Desesperadas", confessa suborno a universidade

Felicity Huffman e William H. Macy na Selfie
Felicity Huffman e William H. Macy na Selfie

Um total de 13 pais e mães, entre os quais se encontra a atriz de "Donas de Casa Desesperadas" Felicity Huffman, declararam-se culpados de participar numa rede de subornos para facilitar a entrada dos filhos em universidades norte-americanas de prestígio.

Felicity Huffman, que está entre os 13 tutores legais que decidiram declarar-se culpados de participar numa rede de subornos para facilitar a entrada dos filhos na universidade, referiu hoje, em comunicado, que está envergonhada da dor que causou à filha, família, amigos, colegas e à comunidade educativa.

A atriz admitiu ter pagado 15 mil dólares (13.300 euros) a uma instituição de caridade falsa para branquear o suborno com o qual pretendia adulterar a exame de admissão à faculdade da filha.

"Quero pedir desculpas aos estudantes que trabalham, arduamente, todos os dias para ir para a faculdade e aos seus pais que fazem enormes sacrifícios para sustentar os filhos e fazem-no com honestidade", disse a atriz, que foi nomeado em 2005 para o Óscar de melhor atriz pelo papel em "Transamerica".

Recorde-se que a procuradoria de um tribunal em Boston, nos Estados Unidos da América, acusou a atriz, juntamente com outras 50 pessoas, de organizar um plano para falsificar os exames de admissão em várias universidades.

De acordo com a investigação, chegaram a pagar 25 milhões de dólares em subornos (cerca de 22 milhões de euros), naquele que é o maior golpe de admissão universitário descoberto na história dos Estados Unidos da América.

Entretanto, a imprensa americana noticia que esta acusação está a causar sérios danos no longo casamento da atriz com o, também, ator William H. Macy.

Além de Huffman, outra atriz, Lori Loughlin, está também entre os acusados.