Ana Bola para Maria Vieira: "Não há um colega de profissão que tenha inveja de ti"

Ana Bola

Ana Bola esteve no programa "5 Para a Meia-Noite", conduzido por Filomena Cautela, e teceu alguns comentários sobre as polémicas que envolveram a colega Maria Vieira.

Depois de ter feito notícia por ter cortado relações com a "parrachita" - com quem trabalhou durante anos - Ana Bola recordou algumas das mais mediáticas publicações de Maria Vieira e, ainda, falou sobre os motivos por detrás do afastamento entre as duas atrizes.

"Descobri os posts da Maria Vieira, muito depois de outras pessoas os terem descoberto e, quando fui ao Facebook dela, ler os posts que já toda a gente tinha lido... não quis acreditar no que estava a ver. E pensei assim: 'Isto não é ela que escreve, não pode ser, até porque, como o Herman já disse, numa entrevista, ela não tem nem léxico, nem literacia, para conseguir escrever aqueles posts. E isto digo-te eu e diz-te qualquer pessoa que trabalhou com ela, durante anos", começou por dizer.

Mais à frente, Ana Bola recorda o momento que levou à discórdia das duas: "Quando li um post dela sobre o discurso da Meryl Streep nos Óscares, que era uma coisa anti-Trump – já tinha ouvido falar da maledicência em relação aos colegas, já toda a gente tinha sido bloqueada, já havia muita coisa que nem sequer sabia – pensei em escrever qualquer coisa... até porque não era ela a escrever, era o marido. Vou enviar-lhe algumas mensagens, a dizer ‘Maria, estás a exagerar, isto não é bom para ti’ [...] “Mandou-me uma mensagem a dizer que me ia por em tribunal, o que achei ridículo."

“Maria, […] só quero dizer-te o seguinte: não há um  colega de profissão que tenha inveja de ti, para já, porque não há nenhuma razão para ter inveja de ti, depois, não há razão para ter inveja daquilo a que tu chamas a tua 'carreira internacional'. Porquê? Porque tu não tens uma carreira internacional. Quem tem uma carreira internacional é um Joaquim de Almeida, uma Daniela Ruah, um Ricardo Pereira, a tua carreira internacional é igual à minha... tens 200 e tal quilómetros e em Badajoz já ninguém te conhece”, rematou.