Cristiano Ronaldo indignado com acusação de violação: "Querem ser famosos à custa do meu nome"

Dolores Aveiro visita Cristiano Ronaldo em Turim
Georgina Rodríguez leva Eva e Mateo a apoiar Cristiano Ronaldo
Cristiano Ronaldo e Georgina Rodríguez no Mónaco
Mateo foi ao estádio ver o pai, Cristiano Ronaldo

Acusado pela norte-americana Kathryn Mayorga de a ter violado, Cristiano Ronaldo mostra-se indignado e reagiu nas redes sociais: "Fake, fake news".

O jogador respondeu a uma questão que um fã lhe lançou quando fazia um direto no Instagram e foi peremptório ao negar as acusações: "Não, não, não, não, não. O que eles disseram hoje? Fake, fake news".

Cristiano Ronaldo foi ainda mais longe e retorquiu: "Querem promover-se à custa do meu nome. É normal. Querem ser famosos à custa do meu nome. Faz parte do trabalho".

No final, assegurou que é "um homem feliz".

Recorde-se que Kathryn Mayorga, de 34 anos, deu uma entrevista à revista alemã "Der Spiegel" em que afirma que, em 2009, num hotel em Las Vegas, Cristiano Ronaldo a obrigou a praticar sexo anal e que lhe terá pago 322 mil euros para que não apresentasse queixa. 

Os representantes legais de CR7 já vieram refutar a acusação e garantem que houve consentimento entre os dois. Agora, ameaçam processar a publicação alemã pelos danos morais à imagem do jogador português.

Veja o vídeo da conversa completa.