Depois de Messi e Cristiano Ronaldo, Shakira acusada de fraude fiscal

Shakira na Selfie
A cumplicidade de Shakira e Piqué

A Autoridade Tributária espanhola apresentou uma acusação de fraude fiscal contra Shakira, alegando que a cantora colombiana deixou de pagar 14,5 milhões de euros por não ter declarado residência naquele país.

A Autoridade Tributária alega que a cantora evitou pagar mais de 14,5 milhões de euros em impostos entre 2012 e 2014, período em que viveu na região espanhola da Catalunha, mas declarava residência fiscal nas Bahamas.

Já os representantes da cantora afirmaram que Shakira só se mudou para Espanha em 2015 e que cumpriu com todas as obrigações tributárias com as autoridades espanholas, considerando o caso um erro de "interpretação técnico-jurídica"..

Só que, as autoridades reuniram provas de que a artista do sucesso "Hips Don’t Lie" vivia em Espanha desde 2011, altura em que assumiu o romance com o jogador de futebol Gerard Piqué, com quem tem dois filhos. Para provar a residência de Shakira em Espanha, a investigação passou por analisar os locais que a cantora frequenta habitualmente em Barcelona, bem como a sua atividade nas redes sociais.

De acordo com o El País, a cantora vai mesmo enfrentar um processo por três crimes de fraude fiscal, pois a lei espanhola estabelece que, a partir do momento em que um cidadão passa meio ano a viver no país, tem de ser considerado residente para fins fiscais.

Este é o caso mais recente em que uma personalidade de destaque é acusada de sonegar impostos em Espanha, após investigações contra os jogadores de futebol Messi e Cristiano Ronaldo.